Rafael poderia ter sido mais uma vez o herói do São Paulo na noite deste domingo, contra o Novorizontino, no Morumbi, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. O goleiro tricolor defendeu a primeira cobrança do rival, mas viu dois de seus companheiros desperdiçarem seus arremates, o que custou a classificação no torneio. Após a partida, ele não escondeu a frustração pelo resultado adverso.

“A gente sempre treina os pênaltis, ainda mais quando temos jogos que podem ir para os pênaltis. São detalhes, mas ressaltar que não perde quem erra, perde todo mundo. Saímos todos eliminados, ficamos tristes. É difícil dizer algo para o torcedor além de desculpas, estamos todos envergonhados, não era o resultado que queríamos. Temos que continuar trabalhando, tirar as lições e reverter. Ano passado também tivemos uma dura eliminação, esse ano queríamos muito ser campeões paulistas. Agora é fortalecer ainda mais todo mundo para que a gente possa buscar coisas grandes esse ano”, afirmou Rafael à TNT Sports.

Convocado para a Seleção Brasileira, Rafael tem sido decisivo para o São Paulo debaixo das traves. Na Supercopa Rei, contra o Palmeiras, ele defendeu as cobranças de Murilo e Piquerez para que o Tricolor se sagrasse campeão diante do rival. Neste domingo, novamente ele correspondeu, parando o arremate de Lucca. Não fossem os chutes para fora de Michel Araújo e Diego Costa, a noite poderia ter um final diferente.

“Olha, a gente sabe que nas derrotas acaba tendo alguns culpados, mas nós que trabalhamos no futebol, sabemos que isso não existe. Ganha todo mundo, perde todo mundo. É o grupo fortalecido, que venceu há pouco tempo, que vai voltar a vencer. O São Paulo tem um grupo de profissionais, diretoria, jogadores, muito unido. Queremos fazer nosso melhor. Ficamos chateados, mas é momento de se juntar, se unir, para que possamos continuar nossa caminhada”, completou Rafael.

O São Paulo agora terá mais de duas semanas sem jogos, já que a estreia na Libertadores acontece somente na primeira semana de abril. O cada vez mais pressionado técnico Thiago Carpini terá tempo suficiente para promover ajustes e trabalhar a fundo com seus jogadores. Resta saber se essa intertemporada surtirá efeito para o Tricolor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *