O atacante André Silva chegou ao Brasil na noite de quinta-feira e deve assinar contrato com o São Paulo nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda. Aos 26 anos, ele será comprado pelo clube paulista por cerca de 3,5 milhões de euros (R$ 18,8 milhões) e chega para reforçar o ataque tricolor.

O São Paulo, que primeiramente tentou um modelo de negócio por empréstimo com valor de compra fixado, fechou a transferência em definitivo com pagamento parcelado em quatro anos, o que dá alívio no orçamento do clube e abre a expectativa até de revenda para a Europa com valorização.

As negociações com André e o Vitória de Guimarães foram intensificadas nos últimos dias e ganharam a concorrência do Vasco, que apresentou números superiores tanto para o clube português quanto para o próprio atacante. O projeto tricolor, que conta com a disputa da Conmebol Libertadores a partir de abril, teve um peso importante na decisão de André Silva pelo clube do Morumbis.

Opção para a vaga de Calleri, mas também com capacidade para exercer uma função de segundo atacante num esquema com dois homens mais agudos, André Silva foi identificado pelo departamento de scout do São Paulo na virada do ano por causa de seus bons números. Em seu melhor ano de Europa, acumula 14 gols marcados em 28 partidas pelo Vitória de Guimarães.

Com elenco repleto de estrangeiros (são nove ao se considerar o volante senegalês Iba Ly), a diretoria deu foco à sua busca para um jogador brasileiro que atuasse fora do país. Destaque em Portugal, ele quase foi vendido ao Hellas Verona, da Itália, no início do mês, num negócio que fracassou.

Nascido em Taboão da Serra, André Silva começou no Atlético Diadema, passou pela base do Internacional em 2017, e depois seguiu para Portugal, onde atuou por Rio Ave, Arouca e Vitória de Guimarães. De volta ao Brasil, disputará os campeonatos profissionais do país pela primeira vez.

De acordo com o site “O Gol”, o jogador acumulou 40 gols em 142 jogos em Portugal desde a temporada 2018/2019, quando atuou a primeira vez pelo time principal do Rio Ave.

Os números de participações das últimas quatro temporadas foram bons: dez gols e duas assistências em 31 jogos pelo Arouca em 2020/21; dez gols e três assistências pelo Arouca em 34 jogos em 2021/22, seis gols e quatro assistências em 32 jogos pelo Vitória em 2022/23 e, na atual temporada de 2023/24, os 13 gols e duas assistências em 28 partidas pelo clube de Guimarães.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *