A Federação Paulista de Futebol divulgou nesta sexta-feira o diálogo do árbitro Luciano Canetto Bellote com os membros do VAR na anulação do que seria o segundo gol do São Paulo no empate em 1 a 1 com o Mirassol, na última terça-feira, fora de casa, pela segunda rodada do Paulistão.

Veja a análise do VAR em lance de gol do São Paulo anulado contra o Mirassol

No lance, o meia Galoppo, do São Paulo, recebe a bola na entrada da área e finaliza no ângulo. O atacante Calleri, porém, passava na frente do goleiro Muralha, do Mirassol. Na avaliação da arbitragem, o jogador tricolor, em posição irregular, atrapalhou o adversário.

– O goleiro ergue a mão reclamando de uma possível interferência. No momento da batida, o jogador atacante está passando na frente do goleiro. Recomendo revisão para analisar possível transferência – disse, inicialmente, um dos membros do VAR da partida.

O árbitro Luciano Bellote, então, vai até o monitor para analisar o lance e concorda com a opinião do VAR.

– Para mim, claro. Ele interfere na ação do goleiro, pela proximidade o goleiro não consegue ver o momento da batida da bola. E ele interfere na ação do goleiro – disse.

Os jogadores do São Paulo reclamaram muito da marcação de posição irregular de Calleri. Galoppo, o autor do gol anulado, também admitiu que o Tricolor precisa evoluir.

– Sabor amargo, foi um belo gol, o goleiro não chegaria, estamos com raiva. Não acreditamos nesse gol impedido, mas temos que fazer autocrítica, precisamos de mais ritmo, temos uma final em poucos dias – argumentou o argentino, relembrando a decisão da Supercopa diante do rival Palmeiras no próximo dia 4 de fevereiro.

O São Paulo entra em campo novamente neste sábado, às 18h (de Brasília), para enfrentar a Portuguesa no Morumbi, pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *