Alisson analisou a vitória do São Paulo contra o Athletico-PR, por 2 a 1 pelo Campeonato Brasileiro, e considerou uma partida ‘difícil’ para a equipe.

Diferente do que estava acostumando a acontecer sob o comando de Dorival Júnior, no jogo desta quarta-feira (21) Alisson começou o confronto no banco de reservas, com Wellington Rato em seu lugar e entrou em campo somente no segundo tempo.

De acordo com o camisa 7, ‘a equipe sabia da dificuldade do adversário, mas está de parabéns pela forma que se comportou’. Com o resultado, o Tricolor chegou ao G6 na tabela do Campeonato Brasileiro.

– Sabíamos da dificuldade que seria o jogo, equipe muito qualificada, mas feliz. Feliz por estar ajudando, a equipe está de parabéns pela forma que se comportou – disse.

O jogador também comentou sobre o problema com as lesões que o elenco tricolor está enfrentando. Embora tenha uma boa quantidade de atletas em fase de transição física, o Tricolor, agora, tem mais uma preocupação: a situação de Diego Costa.

Ainda no primeiro tempo, o zagueiro deixou o gramado chorando bastante após sentir a coxa, e Alan Franco entrou em seu lugar. Alisson destacou que, em grande parte, as lesões que o elenco sofreu recentemente são aquelas que ‘não dá para fazer nada’, mas afirmou que ainda não sabe a verdadeira situação do companheiro. A expectativa é que Diego Costa seja avaliado logo na reapresentação do elenco, nesta quinta-feira (22).

– Se fomos parar para analisar, ver as lesões, são lesões que não pode fazer nada. Às vezes joelho, tornozelo, mas sobre o Diego, não sei se teve lesão. Foi uma pancada, tomara que fique nisso e que ele possa estar com a gente no próximo jogo – completou.

O São Paulo volta a campo neste sábado (24), contra o Cruzeiro. A partida será em Belo Horizonte e o elenco embarca na sexta-feira (23), durante a parte da tarde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *