Agora são oito jogos no currículo de Luis Zubeldía no São Paulo, com dois empates e seis vitórias, a mais recente na noite desta quinta-feira, por 2 a 0 contra o Águia de Marabá, no Morumbis, que classificou a equipe para as oitavas de final da Copa do Brasil.

Por isso, ao ser perguntado sobre como é ser um técnico sem derrotas, o técnico preferiu nem responder. Apenas sorriu e pediu uma próxima pergunta:

– Deixa assim (risos). Silêncio (gesto com a mão). Sigamos (risos).
São Paulo 2 x 0 Águia de Marabá-PA | Melhores momentos | Terceira fase | Copa do Brasil 2024

Sobre o jogo desta noite, em que o goleiro Axel saiu de campo como um dos melhores jogadores em campo, o técnico disse que a equipe poderia ter conseguido com um placar ainda mais elástico.

– A equipe jogou bem os dois tempos. Tenho a sensação de que merecíamos mais gols, mas era importante passar de fase, a responsabilidade era 100% nossa. Fizemos o que tínhamos de fazer, com um rival que tentou fazer um bom trabalho, mas não deixamos reagirem. E isso é bom para o time, porque assumimos a responsabilidade e jogamos a fase muito séria, apesar de ganharmos a primeira partida. Era importante que nosso torcedor pudesse ver uma vitória. Gostaríamos de fazer muito mais gols e acho que o desenrolo do jogo indicava que poderíamos ter feito quatro, cinco gols no mínimo. Mas também temos de ter os pés no chão, porque também falta crescermos em alguns aspectos.

Assim como aconteceu no Mangueirão, o técnico optou por escalar um time reserva, dando descanso a vários titulares. Alguns jogadores, por exemplo, ficarão 13 dias sem jogar até a partida contra o Talleres, dia 28, na partida que fecha a primeira fase do São Paulo na Conmebol Libertadores.

– Sinto que estamos numa etapa em que os que têm mais minutos necessitam treinar, sem o estresse de jogo, e quem tem menos minutos necessitávamos ver em um jogo oficial com nosso torcedor para avaliar o rendimento. Ao final, sempre digo o mesmo: nosso torcedor não se pergunta se joga Pedro ou Juan. Joga São Paulo, não importa quem joga. Essa é a mensagem para meus jogadores. Amanhã é virar a página e pensar no Talleres – destacou.

Quem não jogou, mas vem recebendo atenção especial de Zubeldía é o lateral Welington. Com contrato até 31 de dezembro, ele foi chamado para uma conversa e ouviu que deveria renovar.

– A situação dele é de conhecimento público. É um jogador que eu gosto muito. Não há muitos laterais com a característica do Welington. Nem aqui nem no exterior. É um jogador da casa, formado na base e creio que tem uma boa idade para seguir fazendo seu jogo. Mas eu não sou o Welington. Eu posso entrar na cabeça dele, posso sugerir que São Paulo é um dos times mais importantes do mundo, mas ao final não posso me meter na decisão do jogador. A parte econômica, contratual, que rodeia o futebol, quem pode decidir é o jogador e a diretoria. Eu chego até um certo ponto.

– Conversei com ele, com a diretoria, mas se não chegarem a um acordo têm de ver como solucionar uma futura ausência. Mas ele tem contrato com o clube até o fim do ano. isso já nos dá um pouco de tranquilidade, é importante e o futuro vai ter que resolver junto com a diretoria. Vamos dando minutos ao Patryck para que também possa demonstrar que pode jogar.

Veja mais trechos da coletiva:
O São Paulo terá de priorizar competições?
– É difícil de responder sua pergunta. Creio que o tempo nos dará um panorama muito mais claro. Mas sinto que temos a responsabilidade de estar à altura das três competições. Depois, é certo que dependendo do momento do calendário temos de inclinar a força do plantel a um objetivo pontual, porque podemos estar jogando a fase final de uma Copa. E o Brasileiro é um torneio mais extenso, então nos permite definir uma situação de quartas de final, de repente, postergando um pouco o torneio local. Mas minha experiência indica que esses times tem de ir por tudo até que chegue essa situação complicada de calendário. E aí se toma as decisões para que os jogadores tenham energia para as partidas. Por exemplo, se tiver numa fase final de Copa do Brasil e Libertadores, aí eu ponho uma equipe que eu considero mais forte nesse torneio, e no Brasileirão eu alterno a equipe. Aí falam que eu abandonei o Brasileiro, mas jogadores que não costumam ser titulares, mas estão com muita energia, acabam sendo tão importante quanto os titulares. De preferência, eu gosto de não mudar tanto os jogadores. Hoje, mudei muito, mas historicamente não sou de mudar muito. Porque não gosto que se perca a identidade, meu princípio de jogo.

Período sem jogos
– Os primeiros três dias foram de descanso absoluto físico. Priorizamos que fiquem com a família, que não pensem muito no futebol. Depois, começaram a treinar, fizemos treinamentos muito fortes com quem tinha mais minutos. E dois treinamentos fortes com quem tinha menos minutos. Ao fim dessa semana, vou permitir ter uma boa carga de treinamento e partida com todo o plantel, e nesses treinos vamos colocando alguns pontos para fortalecer a ideia. Não vou falar que pontos, mas alguns princípios de jogos que penso em acentuar e incorporar. Temos feito esse. Sábado e domingo continuaremos com essa parte. Sábado, domingo e segunda. Ao final da partida do Talleres, vamos ter tido seis ou sete treinos de incorporação técnico e tática, que para mim é importante.

Um mês de clube
– A medida que fui ganhando anos na minha carreira, fui tratando de ser preciso com o que queria. Passaram 15 anos do meu primeiro jogo. Eu tinha 27 anos. Tenho 43. O tempo para estudar, a experiência, passei a tratar de explicar rapidamente, conciso, o que quero de um time. Percebo que está claro, se não tenho os jogadores, por mais que tenha experiência, conhecimento, corpo técnico experiente, o mais importante são os jogadores. Me encontrei com bons jogadores, inteligentes, a coisa é menos difícil. Então, estamos nos consolidando, conhecendo certos jogadores. Hoje falei com o Erick, foi o primeiro jogador com quem falei dentro do São Paulo. E disse que possivelmente é o jogador mais pela direita do ataque. E quando pega a bola, vai para dentro, tem uma visão que nem todos tem. Quando ele recebe nessa situação de espaço curto, é muito provável que saia algo e que gere uma chance de gol. Por que dei esse diagnóstico? Porque fui conhecendo os jogadores. Vou conhecendo os jogadores e a partir daí vamos buscando opções à ideia mãe que temos.

Titularidade de Jandrei
– Veja, eu conversei sobre não mudar muito os jogadores, muito menos os goleiros. Para mim, há opções muito importantes: o centroavante e o goleiro. São os que estão mais próximos aos gols. Tem de ter muita confiança. com certeza tem condições. O que vamos fazer é até o Rafael ir para a seleção atuar e depois Jandrei terá de estar preparado, por isso hoje decidi que ia jogar o Jandrei, para ganhar ritmo. Quando o Rafael for para a Seleção, Jandrei será o goleiro. Não gosto de mexer os jogadores, menos ainda os goleiros.

Lucas
– É uma muito boa notícia para o time, porque quanto melhores jogadores temos nas posições, mais recursos temos para resolver situações. É um jogador que vem da Europa num alto nível vem por amor ao clube, não vem por dinheiro. É difícil de encontrar jogadores que abram mão de dinheiro por amor ao clube. Sempre vamos querer esses jogadores. No âmbito futebolístico, ele vai jogar igual com uma equipe da segunda divisão, do Brasileiro, da Champions… Ele sempre tem suas jogadas independentemente do rival. Hoje, vimos duas, três, cinco, 10 jogadas como já fez na Champions. Lucas, não importa o rival, não importa o contexto, sempre vai buscar essa jogada famosa dele de desequilíbrio. Lucas sempre põe sua assinatura no jogo. O que temos de fazer é tratar de coloca-lo sempre em contexto favorável, tanto a ele, quanto ao Luciano, ao Calleri, ao Juan, ao André. Coloca-lo em contexto favorável. Para isso, preciso de volantes que interpretem bem o jogo, como Nestor, Michel, Alisson, Galoppo, Luiz, Ferreirinha. Que se tratem de jogar o futebol para que essa gente possa resolver essa situação em gols.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!