O técnico Luis Zubeldía fez mudanças táticas e de peças no São Paulo para voltar a brigar pelo topo do Campeonato Brasileiro, mas a Copa América e os cartões tiraram do argentino a possibilidade de escalar a equipe considerada ideal nas últimas semanas. Ele sempre teve ao menos um desfalque considerado titular absoluto – sem contar o volante Pablo Maia, em longa recuperação de lesão.

A expectativa de Zubeldía é poder contar pela primeira vez nas últimas semanas com um São Paulo sem novos desfalques, nesta quinta-feira, contra o Atlético-MG, às 21h30 (de Brasília), em Belo Horizonte, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Isso depende da confirmação de que o goleiro Rafael será titular.

Depois da disputa da Copa América com a seleção brasileira,, Rafael é esperado no CT da Barra Funda nesta terça-feira para voltar a treinar. Ao que tudo indica, o goleiro, titular absoluto do Tricolor, estará à disposição em Minas.

Desde a derrota para o Vasco por 4 a 1, Zubeldía fez mudanças no time titular do São Paulo. Mexeu no esquema tático e passou a jogar num 4-2-4. Entre as peças, colocou Ferreira na vaga de Nestor, que havia sentido dores no último resultado negativo. Sem Rafael, porém, a equipe nunca conseguiu ser 100% titular.

Os cartões nas rodadas seguintes também atrapalharam os planos de Zubeldía. Contra Criciúma e Bahia, Rafael era o único desfalque do “time ideal”. Depois, Luciano ficou suspenso contra o Athletico e Ferreira e Calleri não enfrentaram o Red Bull Bragantino. Todos se tornaram desfalques por causa do terceiro cartão amarelo.

No último fim de semana, porém, nenhum jogador do São Paulo se lesionou ou ficou suspenso. Por isso, o Tricolor deve enfrentar o Atlético-MG com o que tem de melhor: Rafael, Igor Vinicius, Arboleda, Alan Franco e Welington; Luiz Gustavo, Alisson e Luciano; Lucas, Calleri e Ferreira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!