Wellington Rato foi o garçom do São Paulo na temporada passada. Em seu primeiro ano pelo clube, o meia-atacante não sentiu o peso da camisa e distribuiu nove assistências em 64 jogos. Titular com Carpini, o jogador começou mais uma temporada da mesma forma.

Em quatro partidas, sendo três como titular, já são três passes para gol de Wellington Rato para seus companheiros. O último deles foi na vitória por 2 a 1 no clássico contra o Corinthians, quando o São Paulo enfim quebrou o tabu em Itaquera.

Com a chegada de novos reforços, como Ferreira, e o retorno de Galoppo, que estava lesionado, esperava-se que Rato poderia perder espaço no time. Ele ainda enfrentaria a concorrência de Lucas, Luciano e James Rodríguez. Sem citar Rodrigo Nestor, que está machucado e ainda não ficou à disposição.

Mesmo com a disputa acirrada, o atleta se manteve entre os titulares. O que o ajudou foi a confiança do novo técnico, Thiago Carpini, que já o conhecia dos tempos de jogador.

Wellington Rato chegou ao São Paulo no início de 2023, após uma excelente temporada pelo Atlético-GO. Em pouco tempo ele se tornou peça fundamental para a equipe e não perdeu sua vaga nem mesmo com a chegada de jogadores tidos como mais “estrelados”, como Lucas e James.

A expectativa é que o meia-atacante seja novamente titular do Tricolor neste domingo, quando a equipe enfrentará o Palmeiras, pela Supercopa do Brasil. O Choque-Rei está marcado para as 16h (de Brasília), no Mineirão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *