Dorival Júnior deixou o Morumbi satisfeito com o resultado conquistado pela sua equipe neste sábado, no Campeonato Brasileiro. O São Paulo venceu o Fluminense por 1 a 0, graças ao gol de Luciano no apagar das luzes, depois de muito insistir, comemorando aliviado o triunfo muito por causa dos últimos jogos, em que também foi superior ao adversário mas não conseguiu somar os três pontos.

“Eu acho que temos que enaltecer o que o Fluminense vem fazendo nesse ano, a qualidade das partidas, o nível de atuação que vem tendo. O segundo ponto, que é muito importante: num primeiro momento pensamos em neutralizar o que o Fluminense tem como padrão para depois pensarmos em resultado. Isso seria fundamental que acontecesse. O primeiro tempo foi dessa forma. Tivemos mais posse, não tivemos as infiltrações necessárias, mesmo assim criamos oportunidades. Depois começamos a atacar com mais objetividade, fazíamos o último movimento de ataque à linha adversária, o que não aconteceu no primeiro tempo”, comentou Dorival Júnior.

Neste sábado o São Paulo dominou o adversário desde o primeiro minuto, pressionando a saída de bola no campo de ataque e rapidamente recuperando a posse. Contudo, pelo menos no primeiro tempo, o time não criou muitas oportunidades de gol, vindo a ameaçar com mais frequência o goleiro Fábio apenas na etapa complementar.

“Mantivemos nosso posicionamento, nossa marcação, dentro do campo ofensivo, isso foi um diferencial ao longo dos 90 minutos. Sempre reconheço o valor dos nossos adversários. Pelo futebol que o São Paulo jogou hoje, merecia demais esse resultado. Já tinha acontecido isso com o Cruzeiro, com o Grêmio… acho que pela justiça, por tudo o que foi feito pela nossa equipe, fico feliz, satisfeito”, completou o técnico do São Paulo.

Mesmo sem Calleri, Beraldo e Caio Paulista, três titulares absolutos da equipe, o São Paulo conseguiu manter neste sábado, contra o Fluminense, o padrão de jogo apresentado em outros compromissos. Desta vez, porém, o resultado positivo foi conquistado, diferentemente de algumas partidas recentes.

“O que me deixa satisfeito é que eu vejo uma equipe entrando com cinco garotos da base, vários desfalques, estamos com quase dez ou 12 jogadores no DM, e o São Paulo vem dando uma ótima resposta independentemente da escalação que vá a campo. Todo mundo tem entrado com muita segurança, determinados em busca de resultados. Mesmo não acontecendo nessas duas últimas rodadas de Brasileiro, não baixamos a cabeça, mantivemos a postura, continuamos acreditando que o caminho é esse. Eles estão confiando e espero que não percam essa afinidade que está existindo”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *