Mesmo com pouco tempo, o São Paulo de Zubeldía já pode ser definido por uma característica: o poder de reação. O Tricolor reverteu o resultado em três dos seis jogos com o argentino à beira do gramado.

A primeira virada foi contra o Águia de Marabá, pela ida da terceira fase da Copa do Brasil, no Mangueirão. Após sair atrás, aos 35 minutos do primeiro tempo, a equipe contou com gols de Juan (2x) e Luiz Gustavo para vencer por 3 a 1.

A segunda reversão de placar aconteceu na Libertadores, com o Cobresal, no Chile. Luciano, Nestor e Calleri foram os responsáveis por marcar após o São Paulo levar o gol, aos 23 da etapa inicial.

Frente ao Fluminense, por fim, Igor Vinícius fez contra o próprio patrimônio, aos 28 minutos, e deixou o Tricolor atrás. Os comandados de Zubeldía, porém, contaram com o apoio da torcida e com os gols de Bobadilla e Arboleda para ganharem de virada.

Nos outros três jogos, o São Paulo ganhou do Barcelona-EQU e Vitória, e ficou no empate sem gols com o Palmeiras. A equipe, portanto, sempre que ficou em desvantagem conseguiu a virada com o argentino à frente.

Mirando a liderança do Grupo B, o Tricolor encara o Barcelona-EQU às 21h (de Brasília) dessa quinta-feira, no Morumbi. Com nove pontos, o time está atrás do Talleres, líder, com 13.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!