Num momento em que temas como assédio sexual e violência contra a mulher vêm sendo amplamente discutidos no futebol brasileiro, por causa das prisões de Daniel Alves na Espanha e de Robinho no Brasil por casos de estupro, o São Paulo promoverá um espaço de discussão sobre os assuntos em abril com atletas que atuam nas categorias de de base, no CFA de Cotia.

Coordenado pelos psicólogos Thiago Bettega e Rafaela Bertodi, que trabalham na base do Tricolor, o projeto “Além das quatro linhas” traz assuntos relevantes para a mesa de discussão com os garotos.

Participarão dos encontros atletas que atuam entre as categorias sub-14 e sub-20. A ideia é debater com os jogadores o machismo, o assédio sexual e as relações de poder na cultura do estupro.

Além dos encontros com os colaboradores do São Paulo, está prevista uma palestra com a promotora de Justiça Valéria Scarance, que é professora de Direito da PUC-SP e autora do livro “Lei Maria da Penha: o processo no caminho da efetividade”.

O projeto “Além das quatro linhas” conta com a participação de outros profissionais de formação do São Paulo, como membros dos departamentos de Pedagogia e Assistência Social, e engloba também outros temas de discussão, um a cada mês. O encontros acontecerão ao longo do ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *