O São Paulo empatou por 1 a 1 com o Guarani, pela 10ª rodada do Paulistão, e chegou ao quarto jogo consecutivo sem vitória na temporada. Calleri, de pênalti, abriu o placar para o Tricolor, mas Léo Santos empatou nos acréscimos do primeiro tempo.

Com o resultado, o São Paulo chega aos 15 pontos e assume o segunda lugar do Grupo D, com um jogo a menos do que seus adversários. Já o Guarani possui seis pontos e amarga a lanterna do Grupo B.

O São Paulo não conseguiu traduzir a dominância no primeiro tempo para construir a vantagem, mas conseguiu sair na frente com Calleri, após o árbitro consultar o monitor e assinalar falta em Pablo Maia. Nos acréscimos da etapa inicial, o Guarani conseguiu o gol de empate em cobrança de escanteio.

O Bugre conseguiu criar perigo através do contra-ataque no segundo tempo e teve chances para virar a partida. Já o Tricolor não conseguiu melhorar o aproveitamento nas finalizações e somou apenas um ponto.

O que vem por aí?

O próximo compromisso do São Paulo é o clássico Choque-Rei contra o Palmeiras, domingo (3), no Morumbi, pela penúltima rodada da fase de grupos do Paulistão, às 20h. Na sexta-feira (1), o Guarani visita o Botafogo-SP.

GUARANI 1 X 1 SÃO PAULO
Paulistão – 10ª Rodada

Data e horário: domingo, 25 de fevereiro de 2024, às 18h (de Brasília)
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)
Árbitro: Lucas Canetto Bellote
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa e Daniel Luis Marques
VAR: Daiane Muniz dos Santos
Cartões amarelos: Márcio Silva, Camacho, Anderson Leite, Léo Santos, Diogo Matheus (Guarani) / Igor Vinícius, Alisson, Lucas (São Paulo)
Cartões vermelhos:

Gols: Léo Santos (Guarani) e Calleri (São Paulo)

ESCALAÇÕES

GUARANI
Vladimir, Diogo Mateus, Léo Santos, Rayan, Márcio Silva e Helder; Anderson Leite, Camacho e Régis; Gabriel Santos e Pablo Thomaz. Técnico: Claudinei

SÃO PAULO
Rafael, Igor Vinícius, Alan Franco, Ferraresi e Welington; Alisson (Bobadilla) e Pablo Maia; Erick (Lucas), Michel Araújo (Luciano) e Ferreira (Rato); Calleri. Técnico: Thiago Carpini.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *