O São Paulo venceu o San Lorenzo por 2 a 0 e eliminou a equipe argentina da Copa Sul-Americana. A partida desta quinta-feira (10) contou com gols de Calleri e Luciano. Com esse resultado, o Tricolor garantiu sua vaga nas quartas de final da competição. Mesmo após a derrota por 1 a 0 no jogo de ida na Argentina, a equipe conseguiu resolver a situação em casa.

Nas quartas de final, o São Paulo descobrirá ainda nesta quinta-feira (10) quem será seu adversário. Tudo depende do resultado entre o LDU e o Ñublense. As partidas da próxima fase devem acontecer ainda neste mês, até o final de agosto.

CINCO LANCES QUE MARCARAM O DUELO

> NÃO ENTROU! Em busca de tentar, pelo menos, equilibrar o placar em um primeiro tempo extremamente acirrado, Wellington Rato desperdiçou uma ótima oportunidade de marcar o primeiro gol para o São Paulo. Pouco tempo antes, o San Lorenzo havia assustado acertando uma bola na trave. Por volta dos 23 minutos, Calleri recuperou a posse de bola e ajeitou para Rato, que se atrapalhou e caiu. Caio Paulista tentou salvar, mas Hernández impediu o gol do San Lorenzo.

> POLÊMICA ATRÁS DE POLÊMICA! Principalmente no primeiro tempo, grande parte das decisões da arbitragem foi contestada pelo elenco tricolor. Isso ocorreu tanto devido à “cera” praticada pelo San Lorenzo quanto por atitudes e escolhas feitas pelo árbitro Esteban Ostojich. No entanto, duas decisões chamaram a atenção. Ainda no primeiro tempo, em uma jogada sem disputa de bola, Bareiro atingiu o rosto de Pablo Maia, mas recebeu apenas um cartão amarelo. Luciano expressou sua opinião, reclamou e pediu uma revisão, argumentando que a infração merecia um cartão vermelho. No entanto, a única resposta que o jogador de camisa 10 obteve foi um cartão amarelo. Poucos minutos depois, Luciano foi derrubado na área e pleiteou um pênalti, que não foi assinalado.

> TOCA NO CALLERI QUE É GOL! Se a decisão da arbitragem em não assinalar o pênalti gerou contestações por parte da torcida, Calleri apaziguou os ânimos. O argentino encerrou a sequência de quatro jogos sem marcar e abriu o placar no Morumbi, nivelando a partida no placar agregado.

> É LUCIANO! Embora o segundo tempo tenha sido menos intenso do que o primeiro, Luciano conseguiu colocar o São Paulo na liderança do placar, graças a uma assistência diferenciada de Rodrigo Nestor.

> TORCIDA QUE CONDUZ! Com uma celebração grandiosa que começou desde a chegada do ônibus da delegação ao estádio do Morumbi, o São Paulo recebeu a presença de 51.816 torcedores nesta quinta-feira (10). Com isso, a equipe ultrapassou a marca de um milhão de torcedores nos jogos realizados no estádio ao longo deste ano.

PRIMEIRO TEMPO

Primeiro tempo extremamente “pegado” no estádio do Morumbi. Logo nos minutos iniciais, ficou claro quais eram as estratégias das equipes. O São Paulo buscava reverter o resultado negativo do primeiro jogo, enquanto o San Lorenzo mantinha uma defesa bem organizada e fazia uso frequente da “cera” para ganhar tempo. A equipe argentina chegou a assustar com dois contra-ataques perigosos e bolas longas, porém o Tricolor não desistiu. Uma das grandes oportunidades surgiu com Wellington Rato, que falhou no lance e contou com a sorte ao ser salvo por Caio Paulista. No entanto, o lateral encontrou dificuldades diante de Hernández. A primeira etapa foi marcada por polêmicas arbitrais, deixando o São Paulo frustrado com um possível pênalti não assinalado a favor de Luciano. No entanto, o time respirou mais aliviado ao igualar o placar agregado com um gol de Calleri, originado a partir de uma cobrança de falta executada por Rato.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou sem grandes chances de perigo, mas Luciano rapidamente se destacou ao colocar o São Paulo em vantagem no placar agregado. Com uma excelente jogada de Rodrigo Nestor, o jogador de camisa 10 marcou o segundo gol da partida. O jogo passou a ser totalmente controlado pelo Tricolor, sem nenhuma reação por parte do San Lorenzo, que raramente conseguiu adentrar a área do time paulista. Dessa forma, o São Paulo assegurou sua classificação para as quartas de final da Copa Sul-Americana.

O QUE VEM POR AÍ

O Tricolor ainda aguarda o desfecho do confronto entre LDU e Ñublense, que acontece também nesta quinta-feira (10), a fim de determinar seu adversário na próxima fase. Agora, o São Paulo se prepara para viajar ao Rio de Janeiro no final de semana, onde enfrentará o Flamengo no domingo (13), em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 x 0 SAN LORENZO
Data e hora: 10/08/2023 (quinta-feira), às 19 horas (de Brasília)
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Auxiliares: Martin Soppi (URU) e Andres Nievas (URU)
VAR: Andres Cunha (URU)
Público: 51.816 presentes/ R$ 2.787.553,00
Cartões amarelos: Michel Araujo, Luciano, Alisson, Rodrigo Nestor (SAO), Bareiro, Pérez Almeida, Hernández (SAN)
Cartões vermelhos:
Gols: Calleri (1-0), Luciano (2-0)

SÃO PAULO
Rafinha, Arboleda, Beraldo e Caio (Welington, aos 4´/2ºT); Pablo Maia, Alisson (Gabi Neves, aos 30´/2ºT), Nestor (Diego Costa, aos 38´/2ºT) e Rato (Juan, aos 30´/2ºT); Luciano (Michel Araujo, aos 38´/2ºT) e Calleri. Técnico: Dorival Júnior

SAN LORENZO
Augusto Batalla; Gastón Hernández, Rafael Pérez, Gastón Campi e Agustín Giay; Jalil Elias, Sanchéz (Maroni, aos 16´/2ºT) e Malcom Braida; Ivan Leguizamon (Biandi, aos 27´/2ºT) , Adam Bareiro e Nahuel Barrios. Técnico: Ruben Dario Insua

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *