O São Paulo venceu o Cobresal de virada nesta quarta-feira, por 3 a 1, no estádio Zorros del Desierto, em Calama, no Chile, pela quarta rodada do Grupo B da Copa Libertadores. Diego Coelho abriu o placar para os donos da casa. Luciano, Rodrigo Nestor e Calleri balançaram as redes para o Tricolor e garantiram a classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores.

Com o resultado, o São Paulo foi a nove pontos, mantendo a vice-liderança do Grupo B, e já não possui mais chances matemáticas de perder a posição, se preocupando agora apenas em avançar às oitavas de final como primeiro colocado da chave, posto ocupado pelo Talleres, da Argentina, com dez tentos. As duas equipes se enfrentarão na última rodada da fase de grupos, no dia 29 de maio, no Morumbis, em um confronto direto pela liderança.

Essa também foi a terceira vitória consecutiva do técnico Luis Zubeldía à frente do São Paulo. Em cinco partidas, o treinador argentino soma quatro triunfos e um empate, ostentando uma invencibilidade neste seu início de trajetória no Tricolor.

O São Paulo volta a entrar em campo na próxima segunda-feira, quando recebe o Fluminense, às 20h (de Brasília), no Morumbis, pelo Campeonato Brasileiro. Será o primeiro jogo como mandante após três partidas consecutivas fora de casa na temporada. Já pela Libertadores o Tricolor entra em ação novamente no dia 16 de maio, quinta-feira, contra o Barcelona de Guayaquil, também em casa, às 21h (de Brasília).

Michel Araújo foi o nome do 1ºT

O São Paulo não teve dificuldade para dominar o jogo. Logo aos 13 minutos o time comandado por Luis Zubeldía teve sua primeira oportunidade de abrir o placar com Michel Araújo, que recebeu pela direita, se livrou da marcação e bateu da entrada da área, mandando por cima do travessão.

Mas, foi o até então inofensivo Cobresal que conseguiu chegar ao primeiro gol da partida dez minutos depois. García cruzou no segundo pau, Mesías ajeitou de cabeça e Diego Coelho completou livre, dentro da pequena área, para abrir o placar.

Aos 34, o Cobresal quase ampliou com Navarro, que cobrou falta com categoria, por cima da barreira, balançando as redes pelo lado de fora. Já o São Paulo respondeu com Michel Araújo, que completou de cabeça o cruzamento de Igor Vinícius, encobrindo o goleiro e carimbando o travessão.

De tanto insistir, o São Paulo acabou sendo premiado com o empate aos 37 minutos, quando Michel Araújo, destaque do primeiro tempo, fez ótima jogada individual, se livrando da marcação e cruzando para Luciano, que dominou, deixou o zagueiro para trás e soltou a bomba dentro da área, deixando tudo igual no Zorros del Desierto.

Antes do intervalo o São Paulo ainda teve duas oportunidades para virar o jogo, mas esbarrou em seu próprio capricho. Na primeira, Michel Araújo deixou Calleri na cara do gol, porém, o atacante bateu em cima do goleiro Requena. Depois, foi a vez de Luciano cruzar o campo de ataque sozinho, sair cara a cara com arqueiro rival e bater por cobertura, mas não acertou a conclusão, desperdiçando a melhor chance do Tricolor até então.
Zubeldía promove mudanças, e São Paulo vira o jogo

Com pouco mais de dez minutos do segundo tempo o técnico Luis Zubeldía resolveu promover as primeiras mudanças no São Paulo. Michel Araújo, Ferreirinha e Bobadilla saíram para a entrada de Galoppo, Rodrigo Nestor e Erick.

E foi justamente dois jogadores acionados por Zubeldía que protagonizaram a jogada que resultou na virada do São Paulo. Aos 14 minuts, Rodrigo Nestor recebeu de Galoppo, dominou e soltou a bomba de fora da área, marcando um golaço no Chile.
Calleri marca o 3º e garante a classificação às oitavas de final da Libertadores

Já na reta final da partida Jonathan Calleri ainda teve tempo para marcar o terceiro gol do São Paulo na partida. Alisson deu lindo lançamento para Erick, que ajeitou para Calleri encobrir o goleiro e carimbar o travessão. No rebote, porém, o argentino apenas completou de cabeça para o fundo das redes, com o goleiro caído, garantindo o importante triunfo fora de casa e, consequentemente, a classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores.

FICHA TÉCNICA
COBRESAL 1 X 3 SÃO PAULO

Local: estádio Zorros del Desierto, em Calama (Chile)
Data: 8 de maio de 2024, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Juan Lopez (PAR)
Assistentes: Eduardo Britos (PAR) e Jose Villarga (PAR)
VAR: Andres Cunha (URU)

Gols: Diego Coelho, aos 23 do 1ºT (Cobresal); Luciano, aos 37 do 2ºT, Rodrigo Nestor, aos 14 do 2ºT, Calleri, aos 32 do 2ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: Pacheco (Cobresal)

COBRESAL: Requena; Buss (Jorquera), Bechtholdt, Céspedes, Toro e Sandoval (Pacheco); Navarro, Mesías e Valencia (Lezcano); García (Lobos) e Diego Coelho (Castro).
Técnico: Gustavo Huerta.

SÃO PAULO: Rafael; Igor Vinícius, Arboleda, Alan Franco e Patryck; Bobadilla (Galoppo), Alisson e Michel Araújo (Nestor); Ferreirinha (Erick), Luciano (André Silva) e Calleri (Rodriguinho).
Técnico: Luis Zubeldía.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!