A uma semana do fim das inscrições para a primeira fase do Campeonato Paulista, o São Paulo ainda tem duas vagas abertas em sua lista principal. Apesar de ver o elenco desfalcado em algumas posições, é improvável que o clube complete a relação com reforços.

A diretoria tem três posições como prioridades neste momento: a zaga, onde quer um defensor canhoto, a lateral-esquerda, em que tem Welington e Partyck, e o ataque, com um centroavante para ser reserva de Calleri.

Não há nenhuma negociação adiantada neste momento. E nem pressa.

O São Paulo faz campanha quase perfeita no Paulista, com quatro vitórias e um empate. A fase dá tranquilidade para que a busca por novos jogadores seja feita de olho, principalmente, nos mata-matas do Paulista – quando serão permitidas quatro trocas na lista de inscritos – e nos torneios que começam em abril, como Brasileiro e Libertadores. A atual janela de registro no Brasil fecha no dia 7 de março.

– Hoje, para estar no nosso grupo, a escolha tem de ser bem assertiva. Temos um grupo qualificado. Para suprir as perdas, tem de ser algo bem pensado. Temos discutido, mas com calma, buscando o máximo de informações, tentando evitar o erro – disse o técnico Thiago Carpini após a vitória sobre o Água Santa.

Há, também, uma solução caseira para ao menos uma das vagas.

O volante Luan ainda não foi inscrito. Ele estava fora dos planos de Dorival Júnior no começo da temporada, situação que não mudou com Carpini. O meio-campista não recebeu as propostas que esperava para deixar o clube, mas tem sondagens.

Luan tem treinado normalmente no CT da Barra Funda, sem limitações físicas. Mesmo que seja inscrito, não é uma garantia de que passará a ser utilizado por Carpini.

Até então esperava-se que uma dessas vagas seria preenchida por James Rodríguez. Mas o jogador pediu para deixar o clube nesta semana e negocia a rescisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *