O São Paulo vive momento de leveza e tranquilidade após o título inédito da Copa do Brasil. No entanto, se tem uma coisa que tem preocupado o torcedor tricolor nos últimos jogos é o aproveitamento da equipe nas cobranças de pênalti.

No empate sem gols contra o Vasco, no último sábado, foi a vez de Wellington Rato desperdiçar a cobrança, que foi defendida por Léo Jardim.

Este foi, portanto, o quarto erro do Tricolor em sete penalidades batidas na temporada. Dessa forma, com três acertos, o clube soma apenas 42,8% de aproveitamento no quesito.

Além do jogo contra o Cruzmaltino, o time do Morumbi teve pênalti para cobrar contra América-MG, Vasco, Internacional (duas vezes), Santos, Fortaleza e Coritiba. A equipe converteu os chutes contra o Peixe, Coxa Branca e em um deles diante do Colorado.

Vale lembrar que duas das quatro cobranças perdidas por atletas são-paulinos ainda resultaram em gols. No embate do primeiro turno frente o Inter, Luciano para em defesa de Keiller, mas marcou no rebote, assim como fez Alexandre Pato contra o Coritiba, após ter chute defendido por Matheus Cavichioli.

Além dos três jogadores já citados, o outro que desperdiçou um pênalti pelo São Paulo na atual edição do Brasileirão foi James Rodríguez. Por outro lado, Calleri (duas vezes) e Luciano foram os autores das penalidades convertidas pelo clube no Nacional.

Com sete marcações — empatado com o Fortaleza —, o Tricolor é o segundo clube com mais pênaltis a favor no Campeonato Brasileiro de 2023. Apenas o Flamengo está acima, com oito. Em relação aos rivais, o Corinthians aparece logo atrás, com seis, enquanto o Santos soma cinco e o Palmeiras, apenas três.

Após o empate do último compromisso, o clube do Morumbi terá mais dez dias até o próximo compromisso no Brasileirão devido à paralisação das competições para mais uma data Fifa. O São Paulo, portanto, volta a campo em 18 de outubro (quarta-feira), quando visita o Goiás, às 21h30 (de Brasília), no estádio da Serrinha, pela 27ª rodada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *