O São Paulo fechou nesta quinta-feira a contratação de Thiago Carpini.

O treinador, que havia iniciado a pré-temporada no Juventude, será o substituto de Dorival Júnior, que deixou o clube para assumir a seleção brasileira. O Tricolor vai pagar uma multa de R$ 1 milhão para tirá-lo do clube gaúcho, com quem ele tinha vínculo até o final desta temporada.

A tendência é que ele chegue ao Morumbi acompanhado dos auxiliares Caio Gilli e Estephano Djian. Uma reunião pela manhã, no CT, com o agente de Carpini, serviu para acertar os últimos detalhes.

Aos 39 anos, o profissional apareceu como uma opção mais viável a outros nomes entrevistados, como o do uruguaio Paulo Pezzolano, que tinha mais dificuldade para deixar o Valladolid, da Espanha.

O estilo de jogo do treinador, que levou o Água Santa ao vice-campeonato paulista em 2023 e deu o acesso ao Juventude na Série B do Brasileirão, é outro fator que pesou ao seu favor.

Aos 39 anos, o técnico teve negociações com o Santos nesta temporada e chegou a ser entrevistado por Paulo André no Cruzeiro, mas acabou não sendo contratado. No Juventude, tinha planejamento já bem adiantado para o Gauchão, com 15 jogadores contratados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *