Tanto São Paulo quanto Palmeiras têm desfalques volumosos e importantes para o primeiro jogo da Copa do Brasil. Os dois rivais fazem o Choque-Rei inicial pelas quartas de final da competição nacional de mata-mata nesta quarta-feira (5), às 19h30 (de Brasília), no Morumbi.

Dorival Júnior não deve contar com Calleri, por exemplo. Com um problema lombar, o argentino desfalcou o Tricolor contra o Fluminense após sentir dores nas costas diante do Tigre e sequer foi a campo nos treinamentos da semana. Além do atacante, o técnico são-paulino também tem outras dores de cabeça.

Ferraresi (ruptura no ligamento do joelho direito), Beraldo (lesão no tornozelo esquerdo), Moreira (lesão noligamento do joelho esquerdo), Igor Vinícius (pubalgia), Galoppo (ruptura no ligamento do joelho esquerdo), Talles Costa (lesão no tornozelo esquerdo), Michel Araujo (estiramento na panturrilha direita) não estarão à disposição, além de Raí Ramos, por já ter disputado a Copa do Brasil pelo Ituano.

Alexandre Pato, Erison e Welington estão em processo de transição física e não devem retornar a tempo. A boa notícia é a volta de Caio Paulista: o lateral desfalcou o time tricolor contra o Fluminense por questões contratuais.

Pelo lado do Palmeiras, a grande dúvida de Abel Ferreira diz respeito a Rony. O ‘Rústico’ acusou lesão no tornozelo na partida contra o Athletico-PR e sequer apareceu no gramado da Academia de Futebol nos treinos anteriores ao embate, realizando trabalhos internos.

Se o inchaço no corpo do atacante assim permitir, o camisa 10 pode ficar à disposição — a chance é pequena, entretanto, conforme apurado pela Gazeta Esportiva.

Atuesta (lesão no joelho direito), Marcos Rocha (transição física), Jailson (estiramento no joelho esquerdo) e Zé Rafael (estiramento no joelho direito), igualmente, devem ser desfalques. Destes, somente o último é titular habitual; Naves, Fabinho e Richard Ríos brigam pelo espaço.

Abel também terá que pensar em um substituto para Artur, que não pode jogar na competição nacional de mata-mata por já ter atuado pelo RB Bragantino. Bruno Tabata ou Luis Guilherme devem pintar na vaga deixada pelo camisa 14.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *