O Santos venceu o São Paulo na noite desta quarta-feira, por 1 a 0, no Morumbi. Em um clássico disputado, o Peixe, que é o líder geral do torneio, saiu vitorioso com gol marcado por Morelos, de pênalti, no segundo tempo.

Com o triunfo no San-São, o time de Fábio Carille garantiu a classificação às quartas de final do Paulistão. A equipe é a líder do Grupo, com 19 pontos, e abriu ainda mais vantagem na ponta da competição. Além disso, o Peixe quebrou um tabu e voltou a vencer no estádio após pouco mais de três anos.

Já o Tricolor chega a sua segunda derrota consecutiva na temporada. Ainda assim, os comandados de Thiago Carpini seguem líderes do Grupo D, com 13 pontos, mas podem ser ultrapassados por São Bernardo e Novorizontino, saindo da zona de classificação à fase de mata-mata. É importante frisar que o time tem um jogo a menos no torneio.

Em busca da reabilitação, o São Paulo retorna a campo neste sábado para enfrentar o Red Bull Bragantino. A partida está marcada para as 18h (de Brasília), no Morumbi. Já o Santos recebe o Novorizontino no domingo, em duelo que acontece às 16h, na Vila Belmiro.

O jogo

O São Paulo tomou conta dos primeiros minutos de jogo e chegou com perigo pela primeira vez aos quatro minutos. Após tabela com Calleri, Luciano recebeu com liberdade da entrada da área e bateu firme, mas mandou por cima do gol defendido por João Paulo.

Nos minutos seguintes, o San-São ficou truncado e com poucas oportunidades para ambos os lados. O São Paulo só veio a assustar João Paulo novamente aos 30, quando Bobadilla cruzou na área e Luciano completou de cabeça, para fora.

O Santos respondeu aos 32 minutos. Com liberdade na entrada da área, Diego Pituca acionou Guilherme, que entrou na área e soltou uma pancada com a perna direita, mas esbarrou em uma bela defesa de Rafael.

Pouco tempo depois, foi a vez de Otero bater uma falta com veneno, e João Schmidt apareceu na primeira trave para desviar, mas chutou por cima.

O Tricolor chegou a abrir o placar nos acréscimos, mas o tento não valeu. Welington partiu da esquerda para o meio e encontrou belo passe para Luciano, que tocou na saída de João Paulo e balançou as redes. No entanto, o camisa 10 estava impedido.

Segundo tempo

O Santos mostrou as credenciais após a volta do intervalo e, com oito minutos da etapa final, quase estreou o placar. Morelos fez o pivô e acionou Guilherme, que tocou para Willian Bigode, dentro da área. Ele tirou a marcação e rolou para Otero, que chegou chutando, mas a bola explodiu na zaga. No rebote, Guilherme quase empurrou para as redes, mas mandou por cima.

Aos 18 minutos, Otero recebeu passe de Hayner e foi derrubado por Welington dentro da área. Após revisar a jogada no VAR, a árbitra Edina Alves assinalou o pênalti. Na cobrança, Morelos tirou de Rafael e abriu o placar no San-São: 1 a 0.

Pressionando o Santos em busca do empate, o São Paulo até chegou a igualar o marcado aos 42 minutos. Após passe de Ferreira, Erick dominou na pequena área e balançou as redes. No entanto, a bola tocou na mão do jogador, e o gol acabou sendo anulado.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 1 SANTOS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 14 de fevereiro de 2024 (quarta-feira)
Horário: às 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Edina Alves Batista
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Fabrini Bevilaqua Costa
VAR: Daiane Muniz do Santos
Público: 45.722
Renda: R$ 2.535.440,00
Cartões amarelos: Pablo Maia e Calleri (São Paulo); Aderlan, Hayner, Marcelinho e Morelos (Santos)

GOL: Morelos, aos 20 do 2ºT (Santos)

SÃO PAULO: Rafael; Arboleda, Diego Costa e Welington; Pablo Maia, Alison, Bobadilla, Galoppo (Erick) e Luciano (Ferreirinha); Juan e Calleri
Técnico: Thiago Carpini

SANTOS: João Paulo; Aderlan (Felipe Jonatan), Gil, Joaquim e Hayner; João Schmidt, Diego Pituca e Otero (Nonato); Pedrinho (Morelos), Willian (Marcelinho) e Guilherme (Rincón).
Técnico: Fábio Carille

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *