O São Paulo recebe o Tigre, da Argentina, nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Morumbi, pela última rodada da primeira fase da Copa Sul-Americana. O Tricolor é o líder do Grupo D, com 13 pontos, e já garantiu a classificação para a próxima fase do torneio, precisando definir apenas se avançará diretamente para as oitavas de final, o que só não acontecerá em caso de uma verdadeira tragédia.

O regulamento da Copa Sul-Americana prevê que o primeiro colocado de cada grupo avance diretamente às oitavas de final. Já os segundos colocados disputarão um mata-mata contra os terceiros colocados dos grupos da Copa Libertadores. Quem levar a melhor, também garante presença na fase seguinte.

É de extrema importância que o São Paulo termine a fase de grupos da Copa Sul-Americana como primeiro colocado para evitar uma fase extra no torneio. A tendência é que isso se confirme, até porque o Tricolor já venceu o Tigre na Argentina, mas todo cuidado é pouco.

O São Paulo só perderá a primeira colocação do Grupo D se o Tigre, que figura em segundo lugar, com três pontos a menos, vencer golear os donos da casa no Morumbi por pelo menos 4 a 0.

Neste caso, o Tigre empataria com o São Paulo em número de pontos, em saldo de gols e em gols marcados na competição, mas levaria vantagem no número de gols marcados fora de casa, que é o quarto critério de desempate.

Como se não bastasse já ter vencido o Tigre na Argentina, jogar em casa nesta terça-feira e ter um elenco tecnicamente superior ao rival, o São Paulo também tem a seu favor o fato de ainda não ter sofrido gols na Copa Sul-Americana. O time balançou as redes 11 vezes e não foi vazado. Ou seja, o Tricolor só não avançará diretamente às oitavas de final do torneio em caso de uma catástrofe no Morumbi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *