Wellington Rato deve voltar a ser relacionado para o jogo da próxima quinta-feira, contra o Internacional, em Criciúma, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Completamente recuperado, o meia-atacante vem participando normalmente dos treinamentos do São Paulo e acirrará ainda mais a disputa por uma baga no time titular.

Antes de sofrer a lesão de sindesmose no tornozelo esquerdo, Wellington Rato era considerado titular absoluto do São Paulo sob o comando de Thiago Carpini e também de seu antecessor, Dorival Júnior, sendo um dos protagonistas do título inédito da Copa do Brasil.

Com Luis Zubeldía Wellington Rato ainda não teve a oportunidade de trabalhar, já que sofreu a lesão logo na estreia do São Paulo na Libertadores, contra o Talleres, na Argentina. Apesar disso, o atual comandante tricolor tem acompanhado sua evolução, sabe do seu potencial e terá a missão de mantê-lo como um dos protagonistas.

A grande questão é que atualmente Zubeldía possui diversas opções para formar o ataque do São Paulo. Wellington Rato se acostumou a atuar pela ponta direita, formando trio de ataque ao lado de Rodrigo Nestor e Calleri, com Lucas mais centralizado, como meia, vindo de trás.

Agora, porém, a situação é completamente diferente. Ferreirinha e Erick, dois pontas de velocidade, foram contratado para reforçar o São Paulo em 2024, assim como o atacante André Silva, que com Zubeldía já atuou algumas vezes no setor em que Wellington Rato costuma jogar.

Há ainda Luciano, um dos líderes do atual elenco, Juan, que tem ganhado a confiança de Zubeldía, Michel Araújo, além do jovem William Gomes, uma das maiores promessas de Cotia nos últimos tempos.

Ainda invicto à frente do São Paulo, com oito vitórias e dois empates, Luis Zubeldía agora terá sua gestão de grupo colocada à prova com tantas opções para formar um time de 11 jogadores. O desafio do treinador é manter todos seus atletas motivados, mesmo com alguns deles não sendo acionados com tanta frequência. A princípio, o retorno de Wellington Rato mais ajuda do que atrapalha. A ver se seguirá assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!