Rafinha foi o grande herói do São Paulo na vitória contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, no Morumbi. Aos 36 minutos do segundo tempo, o lateral-direito acertou um belo chute de fora da área e contou com um leve desvio do zagueiro Luan para a bola parar no ângulo.

O gol que deixou o Tricolor em vantagem na disputa foi o primeiro de Rafinha em quatro anos. A última vez que ele havia balançado a rede foi em 2019, pelo Bayern de Munique, da Alemanha.

– Fazer um gol aqui no Morumbi, casa cheia eu não esperava não. Essa noite aqui vai ficar marcada na minha memória. Já vivi muita coisa, mas esse foi especial – afirmou o jogador à Prime Video, após o duelo.

O desvio de Luan poderia fazer o árbitro pensar em colocar como gol contra na súmula, mas Rafinha não quis saber de “perder” esse gol. O lateral-direito tem poucos gols na carreira. Desde seu retorno ao Brasil, por exemplo, ele nunca havia marcado.

– Eu nunca faço gol, quando eu faço esse gol tem que ser para mim. Golaço (risos). Parabéns à torcida. Com o Morumbi lotado é muito difícil demais ganhar da gente. Estou feliz demais pelo gol – comentou.

Rafinha também elogiou o comportamento do time, que conseguiu anular o Palmeiras, um dos times que têm complicado jogos diante do Tricolor. A vitória simples, porém, pode ser importante para conseguiu uma vaga na semifinal.

O jogo de volta acontece na próxima quinta-feira, às 20h, no Allianz Parque. O São Paulo pode até mesmo empatar que garante a classificação.

– O professor Dorival preparou bem demais o time, o Palmeiras é um dos melhores times do Brasil há tempos, um vacilo eles te machucam. A gente controlou bem o jogo, tivemos mais chances de fazer gols – analisou Rafinha.

O São Paulo volta a campo no próximo domingo, às 16h, para enfrentar o Bragantino, fora de casa, pelo Brasileirão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *