O São Paulo tem tido de se acostumar a não pisar no Morumbi nesses últimos tempos. Após a precoce eliminação no Campeonato Paulista, nas quartas de final, contra o Novorizontino, o time comandado por Thiago Carpini vem tendo duas semanas e meia sem jogos oficiais e, ao voltar à ativa na próxima quinta-feira, também não atuará com o apoio massivo de sua torcida.

A eliminação do São Paulo para o Novorizontino diante de mais de 55 mil torcedores no Morumbi aconteceu no dia 17 de março. O São Paulo volta a entrar em campo oficialmente na próxima quinta-feira, dia 4 de abril, contra o Talleres, em Córdoba, na Argentina, pela estreia na Copa Libertadores. Portanto, o elenco tricolor terá de esperar um pouco mais para retornar ao Morumbi.

O primeiro jogo do São Paulo em sua casa após a eliminação no Paulista será disputado apenas no dia 10 de abril, quinta-feira, contra o Cobresal, às 21h30 (de Brasília), já que no fim de semana anterior haverá a disputa do segundo jogo da final do Campeonato Paulista entre Palmeiras e Santos.

Embora tenha sido eliminado pelo Novorizontino jogando em casa, o São Paulo tem o Morumbi como trunfo para ser competitivo e chegar longe nas competições que disputa. Nos últimos anos o Tricolor se consolidou como um dos clubes com maior média de público do futebol brasileiro e tem alavancado sua receita com bilheteria.

A expectativa é de que a torcida são-paulina lote o Morumbi depois de quase um mês longe do time e também pelo fato de se tratar da estreia do Tricolor na Libertadores atuando como mandante após dois anos longe da competição que faz parte do DNA do clube.

Resta saber se o técnico Thiago Carpini e seus comandados conseguirão compensar a longa espera da torcida para ver o time jogando no Morumbi com uma boa atuação, algo que não tem acontecido com uma certa regularidade e até por isso o treinador está tão pressionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *