Com gol de Luciano, o São Paulo saiu vitorioso contra o Fluminense por 1 a 0. Foi uma partida acirrada em que o camisa 10 do São Paulo se beneficiou da chamada ‘lei do ex’ e assegurou mais três pontos para o clube no Morumbi. Com esse resultado, a equipe comandada por Dorival Júnior alcançou 21 pontos na tabela e, por enquanto, está posicionada no G6. Por sua vez, o Fluminense permanece com 21 pontos e ocupa o quinto lugar.

PRESSÃO NA SAÍDA DE BOLA

A partida começou com o São Paulo exercendo muita pressão na saída de bola do Fluminense. Apesar da intensidade, apenas uma finalização ocorreu nos primeiros vinte minutos. Aos sete minutos, Germán Cano tentou um chute de longa distância, mas a bola passou por cima do gol.

!TRETA!

Na metade do primeiro tempo, a partida foi interrompida por alguns instantes devido a uma discussão entre Luciano e Felipe Melo, sendo que o último já tinha um cartão amarelo. Alguns jogadores tentaram acalmar a briga, mas foi necessário a intervenção de Anderson Daronco.

Após a breve pausa de quase um minuto, o São Paulo teve um escanteio a seu favor, resultando na primeira boa oportunidade de finalização da equipe no confronto. Rodrigo Nestor fez o cruzamento e Arboleda tentou cabecear. Fábio defendeu e, na sequência, Luciano tentou aproveitar o rebote, porém acabou desperdiçando uma excelente chance. Mas mesmo assim, já havia sido marcado impedimento em cima de Arboleda.

JOGO ESTUDADO, MAS SEM EFETIVIDADE

O primeiro tempo chegou ao fim sem gols e com pouca criatividade. Houve uma intensa troca de passes, porém poucos lances de perigo foram criados por ambas as equipes. Tanto o Fluminense quanto o São Paulo enfrentaram dificuldades para serem efetivos em suas jogadas. A única oportunidade surgiu nos minutos finais da primeira etapa, quando, após um erro de passe de Jhon Arias dentro da área, Pablo Maia tentou finalizar, mas a defesa carioca conseguiu bloquear o chute.

!QUASE!

O ritmo do segundo tempo não apresentou muitas diferenças em relação ao primeiro tempo. O Fluminense continuou apostando na troca de passes e jogando por baixo. Aos 11 minutos da segunda etapa, o São Paulo desperdiçou uma das chances mais claras de gol. Rodrigo Nestor deu um lançamento para Juan, que finalizou com força, mas a bola acabou saindo. Um minuto depois, Keno perdeu a posse de bola na entrada da área e Wellington Rato tentou um chute pelo lado direito, porém sem sucesso.

RESSUSCITOU

Se o Fluminense estava apagado no segundo tempo, Thiago Santos despertou a equipe. O jogo praticamente se desenrolava na área do São Paulo, com pouca reação por parte do time carioca, que se concentrava apenas na marcação. Por outro lado, o clube do Morumbi precisava apenas caprichar nas finalizações para marcar um gol. No entanto, aos 22 minutos da segunda etapa, Marcelo cobrou um escanteio e Thiago Santos cabeceou. Graças a uma excelente defesa de Rafael, o Fluminense por pouco não marcou.

É LUCIANO

Depois de muitas investidas e pressão sobre o Fluminense, o São Paulo finalmente abriu o placar no Morumbi com um gol de Luciano. Após um cruzamento de Rafinha, David fez um lançamento para Luciano, que cabeceou a bola. O camisa 10 dominou-a e mandou para o fundo da rede. Houve uma revisão do VAR devido a uma possível infração de impedimento. Após uma extensa análise, a arbitragem decidiu validar o gol.

Graças ao jogador, o São Paulo venceu por 1 a 0 e saiu com os três pontos.

E AGORA?
O São Paulo volta a campo na quarta-feira (5), contra o Palmeiras, pela Copa do Brasil. Será o primeiro jogo pelas quartas de final da competição. O Fluminense joga somente no próximo domingo (9), contra o Internacional, pelo Campeonato Brasileiro.

SÃO PAULO X TIGRE
Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
Data/Horário: 1/7/2023, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira(VAR-Fifa)
Cartões amarelos: Felipe Melo, Jhon Arias (FLU), Gabi Neves (SAO)
Cartões vermelhos: –
Público e renda: 49.153 / R$ 2.523.257,00

Gols: Luciano (1-0)

SÃO PAULO
Rafael; Rafinha, Arboleda, Alan Franco e Patryck; Pablo Maia, Gabi (Alisson, aos 13´/2ºT) e Rodriguinho (Wellington Rato/ ao 1´/2ºT); Nestor (Marcos Paulo, aos 29´/2ºT), Luciano (Nathan, 45´/2ºT) e Juan (David, aos 29´/2ºT)

FLUMINENSE
Fábio, Samuel Xavier, Felipe Melo (Felipe Andrade, aos 13´/2ºT), Thiago Santos e Marcelo (Guga, aos 36´/2ºT); Martinelli, Lima, Pirani; Keno (John Kennedy, aos 36´/2ºT), Jhon Arías e German Cano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *