O São Paulo suou, mas conseguiu vencer o Cruzeiro nesta quinta-feira, por 1 a 0, no Morumbi, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, graças ao gol de Luciano, já nos minutos finais da partida. O Tricolor também balançou as redes no primeiro tempo com Alisson, mas o árbitro anulou a jogada por impedimento.

Com o resultado, o São Paulo abriu oito pontos da zona de rebaixamento com o triunfo sobre o Cruzeiro, indo a 42 tentos na tabela e ficando a apenas três da chamada “pontuação de corte”, tida como suficiente para livrar qualquer equipe do tão temido descenso para a Série B.

O Cruzeiro, por sua vez, segue na luta contra a Segundona. O Cabuloso é o primeiro time fora da zona de rebaixamento, com 37 pontos, e precisa reagir para não se complicar ainda mais no Campeonato Brasileiro.

O São Paulo volta a entrar em campo apenas na próxima quarta-feira, às 20h (de Brasília), no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, já que seu compromisso no fim de semana teve de ser adiado para 22 de novembro devido ao Fluminense, que seria seu adversário, mas disputará a final da Libertadores neste sábado, contra o Boca Juniors, no Maracanã. O Cruzeiro, por sua vez, recebe o Inter, domingo, às 16h (de Brasília), no Mineirão.

Primeiro tempo de poucas chances
O Cruzeiro foi quem começou a partida mais ligado e logo aos dois minutos conseguiu levar perigo com Machado, que ficou com a sobra do escanteio na entrada da área e bateu forte, contando ainda com o desvio no meio do caminho para atrapalhar o goleiro, porém, Wellington Rato apareceu na hora certa para interceptar. No minuto seguinte foi a vez de Beraldo errar o passe, e Arthur Gomes ficar com a bola dominada já no campo de ataque, experimentando de média distância, buscando o ângulo, mas mandou para fora, rente ao travessão.

O São Paulo só foi assustar o goleiro Rafael Cabral aos 21 minutos, quando David recebeu pela esquerda, chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro para Wellington Rato, que dominou e bateu forte, para fora. Mais tarde James Rodríguez fez uma linda jogada individual no meio-campo e deu passe em profundidade para Rato, que arriscou da entrada da área, obrigando o arqueiro cruzeirense a fazer boa defesa, mas o assistente já havia marcado impedimento.

James Rodríguez foi o principal nome do São Paulo no primeiro tempo ao lado de David. Aos 32 minutos, o meia colombiano roubou a bola e saiu no contra-ataque, acionando o atacante tricolor, que bateu em cima da marcação. No rebote, James bateu no cantinho, mas Rafael Cabral estava em uma noite iluminada e fez mais uma grande defesa.

De tanto martelar, o São Paulo foi recompensado com o gol aos 36 minutos. Wellington Rato chegou na linha de fundo e cruzou na medida para David cabecear no cantinho, vendo Rafael Cabral fazer outra ótima intervenção. No rebote, Alisson apareceu para completar para o fundo das redes, mas, após revisão do VAR, foi marcado impedimento do volante tricolor.

Domínio do Cruzeiro no 2º tempo
O Cruzeiro começou a etapa complementar muito mais ligado que o São Paulo. Logo aos dois minutos, William deu chute venenoso, obrigando Rafael a fazer boa defesa. No rebote, Matheus Jussa também finalizou, contando com o desvio no meio do caminho para dificultar ainda mais a vida do arqueiro rival, que ainda assim conseguiu fazer outra boa intervenção.

Mais tarde, aos sete minutos, foi a vez de Rafael assustar o torcedor, recebendo o recuo de bola e, ao tentar tocar para Arboleda, quase jogando contra o próprio gol. Só que a sorte parecia estar ao lado do São Paulo. Mais tarde, Machado tabelou na entrada da área, saiu cara a cara com o goleiro rival e bateu no cantinho, tirando tinta da trave. O assistente, porém, já havia marcado impedimento na jogada.

O Cruzeiro não dava brechas para o São Paulo e seguiu atacando. Aos 23, William recebeu com liberdade pela direita e cruzou no segundo pau para Lucas Silva, que subiu sem marcação, mas não conseguiu cabecear a bola em cheio, desperdiçando grande oportunidade.

Na reta final da partida o São Paulo reagiu e quase abriu o placar aos 32 minutos com Erison, que aproveitou a sobra da jogada de Michel Araújo, dentro da área, e bateu rápido, mas Rafael Cabral estava lá para impedir que a bola estufasse as redes, como foi em todo decorrer do jogo.

Como resposta, o Cruzeiro esteve mais perto ainda de fazer 1 a 0 aos 35 minutos, quando Bruno Rodrigues deu passe açucarado para Rafael Elias chegar batendo e explodindo o travessão. No rebote, Mateus Vital finalizou forte, mas mandou por cima da meta defendida por Rafael.

Luciano decide a partida
Mas, no fim, foi Luciano quem decidiu o jogo. Aos 39 minutos, Alisson recebeu de Michel Araújo e cruzou na medida para Luciano, livre, cabecear no cantinho, sem chances para Rafael Cabral e garantir a vitória suada do São Paulo no Morumbi.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 CRUZEIRO

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Data: 2 de novembro de 2023, quinta-feira
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)
Assistentes: Victor Hugo dos Santos (PR) e Leone Carvalho Rocha (GO)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (VAR FIFA – RJ)
Público: 50.570 torcedores.
Renda: R$ 3.115.984,00

Gol: Luciano, aos 39 do 2ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: William, Rafael Elias (Cruzeiro); Beraldo (São Paulo)

SÃO PAULO: Rafael; Rafinha, Arboleda, Beraldo e Caio Paulista; Pablo Maia, Alisson (Diego Costa), Wellington Rato (Juan) e Rodrigo Nestor (Michel Araújo); James Rodríguez (Luciano) e David (Erison).
Técnico: Dorival Júnior.

CRUZEIRO: Rafael Cabral; William (Palacios), Neris, Luciano Castán e Marlon; Matheus Jussa, Filipe Machado (Robert) e Lucas Silva (Wesley); Matheus Pereira (Mateus Vital), Arthur Gomes (Rafael Elias) e Bruno Rodrigues.
Técnico: Zé Ricardo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *