O São Paulo ganhou liminar na Justiça contra a Adidas, sua fornecedora de material esportivo, por um erro da empresa alemã envolvendo o novo uniforme do clube — apesar do imbróglio, o traje será lançado amanhã, já que um possível adiamento geraria multa.

A Adidas não estampou o patrocinador máster do clube nas costas da terceira camisa, que será lançada amanhã. A logomarca da “Sportsbet.io” foi colocada apenas na parte da frente do uniforme.

O traje comemorativo chegou às mãos do São Paulo na apresentação de Lucas e James Rodríguez. Na oportunidade, o Tricolor notou o erro e notificou a fornecedora.

No processo obtido pelo UOL, trocas de e-mails mostram que a Adidas reconheceu o equívoco. Apesar disto, a solução encontrada pela empresa não agradou ao Tricolor.

A Adidas queria que os lojistas que já haviam recebido a peça estampassem o patrocinador — com os custos bancados. O São Paulo, no entanto, quer que a própria fornecedora faça as estampas.

A decisão liminar obriga a Adidas a corrigir o problema até amanhã (31) sob pena de multa de R$ 50 mil por dia.

O que diz a Adidas
Assim que detectou a falta de aplicação de patrocínio em um pequeno lote de camisas 3 do São Paulo Futebol Clube, a Adidas prontamente buscou solucionar o problema e se comprometeu a garantir a venda conforme o modelo previamente aprovado junto ao clube, sem gerar nenhum impacto no lançamento previsto para o dia 31 de agosto. A marca zela pelo alto padrão de qualidade de seus produtos e assegura que disponibilizará as camisas conforme contrato vigente.

Reação do São Paulo
O São Paulo decidiu não atrasar o lançamento e vai, às pressas, estampar a marca da Sportsbet.io na parte traseira do uniforme — mesmo sem a resolução por parte da Adidas.

Pesou a questão financeira, já que o clube seria multado em caso de atraso no anúncio da camisa alternativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *