A chegada do técnico Luis Zubeldía trouxe uma mudança de ares no São Paulo. Com o argentino à beira do gramado, o Tricolor ainda não perdeu e detém uma invencibilidade de nove jogos. Além disso, outro ponto também tem chamado a atenção: a utilização dos jovens jogadores que estão a sua disposição.

Neste início de trabalho, o treinador tem feito bom uso dos jovens atletas que fazem parte do grupo. O lateral esquerdo Patryck, o meia-atacante Rodriguinho e o atacante Juan tem sido exemplos disso.

Patryck é o caso mais recente. Com Thiago Carpini, o lateral disputou apenas duas partidas, sendo que em uma delas jogou somente quatro minutos. Com Zubeldía, por sua vez, se viu tendo novas oportunidades e desponta como sólida opção para, caso necessário, substituir Welington.

Nessa nova era são-paulina, Patryck já entrou em campo em cinco das nove partidas em que o argentino comandou a equipe. O atleta de 21 anos foi titular em quatro oportunidades e saiu do banco de reservas na última quinta-feira, na vitória de 2 a 0 sobre o Talleres, pela última rodada da Copa Libertadores.

Rodriguinho é outro que foi ‘resgatado’ por Zubeldía. Durante o Campeonato Paulista, o meia-atacante de 20 anos esteve à disposição de Thiago Carpini durante todo o Estadual, mas não foi utilizado e, muitas vezes, nem era relacionado para os jogos do Tricolor.

Não à toa, Rodriguinho não disputava uma partida desde setembro do ano passado, quando saiu do banco na derrota por 2 a 1 para o Fortaleza. Contudo, o treinador argentino passou a utilizar o jovem novamente. Sob seu comando, o meia fez cinco partidas (todas como reserva) e tem acumulado minutos.

Outro nome que tem se destacado com Zubeldía é Juan. No início do ano, o centroavante de 22 anos acabou sendo muito utilizado como reserva de Jonathan Calleri. Porém, sempre que entrava em campo, recebia muitas críticas da torcida tricolor por conta das grandes chances perdidas.

Foi com o novo comandante que o atacante passou a ganhar mais confiança. Apesar de ainda desperdiçar oportunidades, o jogador ganhou o respaldo do argentino. Foi com Zubeldía que ele teve sua primeira chance como titular, e não desapontou – marcou dois gols no triunfo de 3 a 1 sobre o Águia de Marabá, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Seu esforço, somado aos bons desempenhos, tem rendido frutos no São Paulo. Depois de não ser utilizado em dois jogos, Juan voltou a aparecer entre os titulares na vitória sobre o Fluminense e deu a assistência para Bobadilla abrir o placar no Morumbis. O centroavante vive, neste momento, sua maior sequência de partidas consecutivas na temporada, com quatro.

Já outros jovens da base tricolor, como Matheus Belém, Iba Lye Felipe Negrucci, ainda não ganharam oportunidades com Zubeldía no São Paulo. Os três, na verdade, ainda não disputaram nem um minuto sequer na atual temporada.

Com os jovens cada vez mais à vontade, o São Paulo de Zubeldía volta a campo neste domingo, contra o Cruzeiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo acontece às 18h30 (de Brasília), no Morumbi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!