A chuva de papel picado com as cores vermelha, preta e branca e o espetáculo digno de uma estrela pop apresentaram James Rodríguez à torcida do São Paulo. Três meses se passaram desde aquele 1º de agosto, mas o colombiano ainda engatinha sob o comando de Dorival Júnior, com somente um jogo completo pelo clube.

A única atuação de 90 minutos de James com a camisa tricolor ocorreu na derrota por 2 a 1 para o Fortaleza, no Morumbi, há quase dois meses, quando anotou o único gol pelo clube.

Ele será desfalque nesta quarta-feira, contra o Red Bull Bragantino, na Vila Belmiro. O jogador sentiu uma indisposição gastrointestinal na terça e não viaja com a delegação.

Desde a chegada ao São Paulo, James fez 12 partidas, oito delas como titular. Além do gol contra o Fortaleza, o camisa 19 colaborou com três assistências neste período.

O último jogo completo de James ocorreu com a camisa da seleção colombiana, no mês de outubro. O meia atuou todos os minutos do empate sem gols contra o Equador, fora de casa, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Na partida anterior, contra o Uruguai, quando balançou as redes e terminou como destaque, James jogou por 81 minutos, maior marca na comparação com os jogos em que ele representou o São Paulo e foi substituído.

Com exceção ao jogo com o Fortaleza, James permaneceu mais tempo em campo na derrota para o América-MG, duelo no qual esteve em ação durante 71 minutos.

A expectativa é que James possa ser titular e completar mais jogos nesta reta final do Brasileirão. O jogador tem recebido elogios de Dorival Júnior, principalmente por entender o início com menos espaço por conta da equipe embalada, que terminou com o título da Copa do Brasil.

Hoje, na visão da comissão técnica, James divide a função de meia-atacante (segundo atacante) com Luciano, atleta com mais participação em gols do time na temporada (21, com 13 bolas nas redes rivais e oito assistências).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *