A árbitra Edina Alves Batista relatou uma reclamação de Rafinha, do São Paulo, na súmula do jogo contra o Santos, que ocorreu nesta quarta-feira, no Morumbis, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. Machucado, o lateral não foi relacionado para a partida, mas ficou na bronca com a arbitragem após a derrota por 1 a 0.

Edina registrou que o jogador disse as seguintes palavras à ela quando a equipe de árbitros se dirigia ao vestiário do estádio: “Você apita bem, mas hoje você caiu na pressão dos caras e prejudicou a gente”.

A atuação da árbitra no San-São foi marcada por polêmicas. Ela marcou um pênalti para o Santos na segunda etapa, convertido por Morelos, e anulou o gol de empate do São Paulo já nos últimos minutos do confronto.

Antes do clássico, o Peixe divulgou uma nota oficial questionando a escolha de Edina. No entendimento do clube, ela já predicou a equipe em outras oportunidades, como o clássico diante do próprio São Paulo, pelo Paulista de 2022. A equipe alega que a profissional não assinalou um pênalti claro a seu favor naquele dia.

A diretoria do São Paulo, representada por Julio Casares, reclamou das decisões da árbitra e do comunicado emitido pelo rival. O presidente viu Edina “insegura” durante o jogo e disse que a nota remete ao “futebol do passado”.

O técnico Thiago Carpini também questionou a atuação da arbitragem e a classificou como “pressionada”. Por outro lado, Fábio Carille elogiou a profissional e afirmou gostar do trabalho dela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *