O técnico Dorival Júnior saiu aliviado e feliz do Morumbi na noite desta quarta-feira. A vitória de virada do São Paulo por 2 a 1 contra o Athletico foi importante para a equipe ficar próxima do G4 do Campeonato Brasileiro e elevou o moral após conseguir os três pontos começando atrás do placar.

– Pela complexidade do jogo fiquei feliz, sempre serão jogos deste nível. Proporcionamos ao Athletico uma oportunidade clara de gol quando errávamos os passes por dentro, forçamos passes. Quando corrigimos os passes, melhoramos na partida – afirmou o treinador.

– O Athletico nos deu possibilidades de contra-ataque, alguns parados com faltas técnicas. Foi um grande jogo, bem disputado, bem jogado. Alguns erros de passes de ambas as equipes, é natural para um jogo em que seria crucial – acrescentou.

O gol que abriu o caminho para o São Paulo buscar a vitória saiu dos pés de Gabriel Neves. O uruguaio fez seu primeiro gol com a camisa do Tricolor e tem sido cada vez mais importante no esquema tático de Dorival.

O treinador elogiou a evolução do volante, que vai se tornando um titular absoluto com mais minutos em campo. Com Rogério Ceni, ele vinha sendo pouco utilizado.

– A evolução dele é clara. Todo mundo acompanhando, ele tem técnica apurada, qualidade de passe, tem boa aproximação. Um dos primeiros jogos que eu o deixo 90 minutos e isso para nós tem sido especial. Ele vem em processo de evolução gradativo e se mantendo dentro de campo, o que tem sido importante – comentou Dorival.

– O período que ele ficou afastado tirou um pouco dessa dinâmica que apresentou, e vem ganhando. Tomara que consiga fazer uma sequencia de jogos. Ele tem trabalhando com intensidade para alcançar esse momento – completou.

Quem está em busca de sequência no time e espera as primeiras oportunidades para brigar por um lugar no time titular é Alexandre Pato. O atacante se recuperou da cirurgia no joelho direito e aprimora a parte física.

Havia certa expectativa em relação à sua ida para o confronto desta quarta, mas Dorival explicou mais uma vez que as entradas dele serão gradativas.

– Não vou passar uma previsão. Tem feito a mais do que todo mundo, é questão de tempo. Ficou muito tempo afastado, é natural que tire um pouco das condições do atleta que vão sendo ganhas com o passar os treinamentos. Ainda é um pouco cedo em totais condições, ainda prefiro aguardar. Isso muda de semana a semana, daqui a pouco posso estar falando que pode vir a acontecer a primeira convocação. Temos que trabalhar com cautela e sem colocar uma pressão – disse.

Com a vitória desta quarta-feira, o São Paulo foi aos 18 pontos e ficou mais próximo do G4 do Campeonato Brasileiro. O time volta a campo pelo torneio no próximo sábado, às 21h, diante do Cruzeiro, fora de casa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *