O São Paulo voltou a vencer após cinco partidas. O 2 a 0 sobre o San Lorenzo, nesta quinta, no Morumbi, classificou o time para as quartas de final da Copa Sul-Americana e afastou desconfianças sobre o time.

– Com exceção do jogo contra o Cuiabá, em que a gente não estava em um grande dia, nos outros não vi motivos para desespero. Desconfiança aqui dentro jamais teve, garanto. Não teve incerteza, a gente sabia o que estava sendo feito em campo – afirmou o técnico Dorival Júnior, após a partida desta quinta.

– Eu falava para eles que não tinha motivo para desconfiança, incerteza. Jogamos sempre da mesma forma. Foi uma sequência interessante, o resultado não acontecia. Não era para mudar planos, rotas – completou o treinador.

Dorival também elogiou a participação da torcida, que lotou o estádio mais uma vez – e bateu recordes.

– Torcedor está entendendo o momento do clube e está trabalhando a favor do clube, do elenco, percebendo o trabalho da diretoria, acreditando naquilo que está vendo. O São Paulo está se aproximando de um bom momento, quando será não sabemos, mas o São Paulo está se preparando.

A classificação na Sul-Americana manteve o São Paulo na busca por um título que esteve perto ano passado, quando chegou à final e perdeu para o Independiente Del Valle.

– Eu acho que tudo vai acontecer no momento certo, desde que haja merecimento. O grupo tem trabalhado muito. Temos que aprender com nossos erros e valorizar muito mais o que vem de bom. O São Paulo tem conseguido se reestruturar como clube, entidade. Por isso falo que está próximo de um dia acontecer coisas boas – afirmou Dorival.

Além da Copa Sul-Americana, o São Paulo também disputa a Copa do Brasil. Está na semifinal, contra o Corinthians, em situação semelhante à desta quinta: em desvantagem por ter perdido o jogo de ida por 2 a 1.

Dorival comentou sobre a partida de volta, dia 16:

– Acho que será um jogo disputado, como foi a primeira partida na (Neo Química) Arena. São duas equipes que se respeitam, que respeitam suas características. Conhecemos os movimentos deles, como eles também conhecem os nossos. Imagino uma partida brigada, como foi hoje. As duas equipes buscando neutralizar o adversário e concentrado no meio de campo.

Antes, o São Paulo enfrenta o Flamengo, domingo, às 18h30 (de Brasília), no Maracanã, pelo Brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *