As recentes convocações de James Rodríguez para a seleção colombiana não agradaram ao técnico Dorival Júnior. O treinador do São Paulo lamentou o fato de o jogador não estar junto do elenco na pausa da data Fifa para seguir evoluindo no entrosamento.

James defenderá a Colômbia nos jogos contra Uruguai e Equador, nos próximos dias 12 e 17, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Com isso, o processo de recondicionamento do meia será afetado mais uma vez – ele já havia sido convocado no começo do mês passado.

– O James chegou, pouco trabalhou com a gente, pouco vem treinando e nos momentos que poderíamos acelerar o processo ele vai para a seleção. É natural, ninguém vai cortar isso, é mérito. Mas seria muito importante ter ele com a gente, porque quando ele volta não tem a carga de trabalho que a gente vem fazendo na equipe. Leva novamente o processo de acelerarmos um recondicionamento. É o que a gente está lutando até agora com o James – disse Dorival.

Devido a essa demora para adquirir a forma e estar habituado ao elenco são-paulino, James Rodríguez ainda não conseguiu seu espaço no time titular. Nos jogos da final da Copa do Brasil, por exemplo, ele nem saiu do banco de reservas.

Nas vezes em que foi titular, quando jogadores menos utilizados foram acionados no Campeonato Brasileiro, o colombiano mostrou boa movimentação e criou jogadas de perigo. No entanto, é nítido o cansaço que o jogador ainda sente nos minutos finais dos confrontos.

Diante do Vasco, no sábado, às 18h30, pelo Brasileirão, Dorival deve levar a campo o que tem de melhor neste momento. Com uma semana sem jogos, os principais jogadores estarão à disposição – exceção para Beraldo, Rafinha e Calleri, suspensos.

Assim, James pode cavar uma vaga na equipe que começará o confronto. Uma possibilidade é de o meia ser escalado na vaga de Wellington Rato. No clássico contra o Corinthians, foi nessa posição que ele entrou no segundo tempo.

– Acho que estou me preparando bem, pronto para ajudar o time, ajudar os companheiros. Acho que já estou com uma idade, para fazer 33 anos, e preciso ajudar meus companheiros dentro e fora do campo. Estou preparado psicologicamente para fazer tudo isso – disse o jogador na festa do título da Copa do Brasil.

Desde que chegou ao São Paulo, James Rodríguez entrou em campo oito vezes, fez um gol e deu uma assistência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *