Calleri deixou o gramado de Itaqueraa em êxtase após a vitória do São Paulo sobre o Corinthians, por 2 a 1, nesta terça-feira, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. Foi o primeiro triunfo do Tricolor no estádio alvinegro desde que ele foi inaugurado, em 2014, e o atacante argentino, que abriu o placar, foi eleito o craque do jogo.

“A verdade é que falei no intervalo que faz três jogos que a gente no primeiro tempo vinha jogando muito bem, com Rogério, Dorival e agora com o Carpini. Fizemos um baita primeiro tempo, outra vez no segundo tempo deixamos a desejar um pouquinho. O Luiz [Gustavo] entrou muito bem, outra vez fez um gol de bola parada. Nos conformamos um pouco [no segundo tempo], eles fizeram um gol de bola parada também, erro nosso. Muito feliz por quebrar o tabu que tanto se fala. Faz tempo que não ganhávamos do Corinthians aqui, mais uma vez o tabu foi quebrado, primeiro a Copa do Brasil, agora aqui na Arena”, disse Calleri ao Paulistão Play.

Apesar da quebra do tabu, o camisa 9 do São Paulo não crê que entrou para a história após participar diretamente da primeira vitória de sua equipe sobre o Corinthians na Neo Química Arena.

“Entrar na história é sair campeão da Copa do Brasil. Hoje foi um bonito jogo, Corinthians não vem muito bem e conseguimos a vitória. Parabéns a todo mundo que representa o São Paulo, a gente acreditava demais. Agradecer a torcida, que sempre nos apoia demais, à comissão, toda gente que trabalha e que sempre quer ver o São Paulo melhor. Tomara que o São Paulo volte a ser o que foi 15, dez anos atrás. Que volte a ser campeão normalmente e que todos que estão aqui fiquem contentes de vestir essa camisa, porque para nós é um privilégio”, prosseguiu.

Agora, o foco do elenco são-paulino já está na Supercopa do Brasil. No próximo domingo, o Tricolor encara o Palmeiras, no Mineirão, valendo o primeiro título da temporada. Aproveitando esse novo momento do clube, Calleri espera, mais uma vez, um final feliz.

“Vamos por mais. Domingo queremos fazer as coisas muito bem, temos oportunidade outra vez de chegar a uma final, com um bom time, um clássico também. Vamos ver se levamos a taça. Vai ser um jogo muito difícil, mas o jogo de hoje é uma vitória que dá confiança para nós”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *