Se antes a prioridade do São Paulo no mercado era um atacante de velocidade, agora surgiu outra também. Por conta do alto número de lesões no setor, contratações para a zaga do São Paulo estão sendo vistas como algo ‘emergencial’.

O Tricolor vive um grande problema no setor. Com a lesão de Alan Franco, na última quarta-feira (5) contra o Palmeiras, as opções ficaram mais limitadas ainda. Conforme a reportagem do Lance! apurou, uma reunião de emergência foi feita entre membros da diretoria e Dorival Júnior. Mesmo sem poder gastar muito, o clube do Morumbi entendeu ser necessário buscar a contratação de mais uma peça para a defesa, com uma certa urgência. O scout está trabalhando em cima disso.

Sem Ferraresi até o final do ano, que encaminha para ter seu vínculo estendido com o São Paulo, Beraldo assumiu a titularidade. Porém, em uma das melhores fases de sua carreira, a Cria de Cotia sofreu uma lesão ligamentar no tornozelo e deve desfalcar a equipe por, aproximadamente, dois meses. Sem Beraldo, Alan Franco assumiu a posição nos últimos jogos.

Porém, contra o Palmeiras pelo jogo de ida nas quartas da Copa do Brasil, Alan Franco preocupou ao deixar o gramado sentindo fortes dores no tornozelo. Chorando, recebeu atendimento médico ainda no banco de reservas e Diego Costa entrou em seu lugar. Sem o argentino, o Tricolor tem somente dois zagueiros à disposição: Arboleda e o próprio Diego Costa.

Embora possa contar com Matheus Belém, Cria de Cotia, o jovem defensor ainda não tem experiência, de fato, no profissional (embora realize alguns treinamentos em conjunto aos mais velhos e também seja relacionado em alguns jogos). Diego Costa também é tratado com cautela, muito por conta da recorrência de lesões que tem enfrentado nos últimos meses.

Assim, a única alternativa é buscar, pelo menos, mais uma opção para reforçar a zaga do São Paulo. Muito para não precisar ‘contar com a sorte’, tendo em vista o calendário tricolor e o número de decisões que a equipe enfrentará nos próximos tempos. Vale registrar que Arboleda e Diego Costa tiveram históricos recentes de lesões graves que acabaram em cirurgia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *