Sem dificuldades, o São Paulo venceu o Água Santa por 3 a 0 nesta quarta-feira, no Morumbi. Com a equipe reserva após o título da Supercopa, o Tricolor conquistou mais um triunfo no Campeonato Paulista, o quarto, e segue invicto na temporada de 2024. O gols foram marcados por Bobadilla, Juan e Alan Franco.

O time de Thiago Carpini, agora, soma 13 pontos e ocupa a liderança do Grupo D do Estadual, com um jogo a menos. A equipe está em segundo lugar na classificação geral do Paulistão, só abaixo do Santos.

Já o Água Santa foi ultrapassado pela Ponte Preta e caiu para a terceira posição do Grupo B, com sete pontos. O time busca uma vaga na Copa do Brasil do ano que vem.

Antes da bola rolar, alguns jogadores que não foram relacionados para a partida exibiram a taça da Supercopa para a torcida presente no Morumbi. O troféu inédito foi levado a campo por Lucas, Rafinha e Rodrigo Nestor, que seguem machucados e sequer pintaram no banco de reservas.

O São Paulo retorna a campo neste sábado para enfrentar a Ponte Preta, fora de casa. A bola rola a partir das 18h (de Brasília), no Moisés Lucarelli, pela sétima rodada do Paulista. Enquanto isso, o Netuno recebe o Ituano no domingo, também às 18h.

O jogo

O São Paulo começou a partida em ritmo acelerado. Logo aos dois minutos, Galoppo recebeu de Alisson e rolou para Erick, que ajeitou para a perna esquerda e bateu colocado, mas acertou a trave. E não houve muito tempo para que o Água Santa se livrasse de levar o gol cedo.

Aos nove, Igor Henrique saiu jogando errado e a bola caiu nos pés de Bobadilla, que acertou um belo chute e estreou o placar no Morumbi, sem chance para Ygor Vinhas. 1 a 0!

A equipe de Thiago Carpini voltou a incomodar aos 25 minutos, com Ferreirinha. Após bonita tabela pelo meio, Luiz Gustavo rolou para o atacante, que acabou sendo travado e chutou em cima da marcação.

Com dificuldades para atacar, o Água Santa só levou perigo ao gol de Jandrei aos 45, em escapada de Keké pelo lado esquerdo. Ele bateu fechado, mas o goleiro do São Paulo agarrou.

Segundo tempo

Atrás do placar, o Água Santa tomou as rédeas do jogo e quase deixou tudo igual aos dez minutos do segundo tempo. Luan Dias invadiu a área e acabou sendo derrubado por Jandrei, mas Bruno Xavier pegou a sobra e balançou a rede, mas o árbitro anulou o tento. Ele já havia assinalado pênalti.

Na cobrança, Bruno Mezenga colocou a bola na marca da cal, mas isolou e desperdiçou a oportunidade de empatar a partida.

O São Paulo respondeu aos 16, quando Juan recebeu de Bobadilla e bateu firme, rasteiro, para grande defesa de Ygor Vinhas. No rebote, Erick tentou empurrar para as redes e Walber salvou em cima da linha. No minuto seguinte, Luiz Gustavo arriscou, a bola bateu no braço de Jhonnathan e o árbitro marcou pênalti. Entretanto, após revisão no VAR, ele anulou a penalidade.

E o Tricolor enfim aumentou a vantagem aos 31 minutos. Pelo lado direito, Moreira cruzou com perfeição, na cabeça de Juan, que escorou para o fundo das redes e marcou seu primeiro gol em 2024. Ainda deu tempo do zagueiro Alan Franco garantir a vitória aos 41 minutos, após completar, de cabeça, o cruzamento de Nikão.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 0 ÁGUA SANTA

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 7 de fevereiro de 2024 (quarta-feira)
Horário: às 21h35 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro e Italo Magno de Paula
VAR: Marcio Henrique de Gois
Cartões amarelos: Alisson (São Paulo); Gabriel Inocêncio (Água Santa)
Cartões vermelhos: Nenhum
Público: 36.456 torcedores
Renda: R$ 1.422.649,00

GOLS: Bobadilla, aos 9′ do 1ºT (São Paulo); Juan, aos 31′ do 2ºT (São Paulo); Alan Franco, aos 41′ do 2ºT (São Paulo)

SÃO PAULO: Jandrei; Moreira, Alan Franco, Ferraresi e Patryck (Welington); Luiz Gustavo, Bobadilla e Alisson (Juan); Erick (William Gomes), Ferreirinha (Nikão) e Galoppo (Luciano).
Técnico: Thiago Carpini

ÁGUA SANTA: Ygor Vinhas; Alex Silva, Walber, Jhonnathan e Gabriel Inocêncio; Thiaguinho (Cristiano), Igor Henrique e Luan Dias; Keké (Rafael Oller), Bruno Xavier (Jael) e Bruno Mezenga (Júnior Todinho).
Técnico: Bruno Pivetti

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!