O técnico Thiago Carpini não terá mais dor de cabeça na hora de escolher quais estrangeiros serão relacionados para os jogos do São Paulo. Com o novo limite aprovado de forma unânime pelos 20 clubes da Série A do Brasileiro, agora o Tricolor poderá utilizar todos os ‘gringos’ de seu elenco.

Atualmente, o time do Morumbi tem nove atletas nascidos fora do país no seu grupo: os argentinos Calleri, Galoppo e Alan Franco, o colombiano James Rodríguez, o paraguaio Bobadilla, o uruguaio Michel Araújo, o senagalês Iba Ly, o equatoriano Arboleda e o venezuelano Ferraresi.

A partir deste ano, o regulamento do Campeonato Brasileiro permitirá que cada time relacione até nove estrangeiros por partida na competição. Ou seja, ninguém do São Paulo precisará ficar de fora das listas.

Esse problema perseguiu o Tricolor nos últimos anos. Com uma série de ‘gringos’ no elenco profissional, o clube teve que excluir alguns deles em determinados compromissos durante as temporadas.

Isso aconteceu recentemente, no duelo contra a Inter de Limeira, em Brasília, pelo Paulista. Com o retorno de James Rodríguez ao plantel, Galoppo foi cortado da relação e sequer viajou com a delegação à capital federal.

O limite de estrangeiros há havia subido de cinco para sete no ano passado. Posteriormente, a medida foi adotada em outras competições, como o próprio Campeonato Paulista.

O novo teto já entrará em vigor na próxima edição do Brasileirão, mas ainda não estará presente no regulamento dos demais torneios organizados pela CBF, como a Copa do Brasil, por exemplo. Já na Libertadores e Sul-Americana, da Conmebol, não há limite de jogadores estrangeiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *