O São Paulo saiu na frente em busca do título da Copa do Brasil. Neste domingo, no Maracanã, pela ida da grande final, a equipe comandada por Dorival Júnior fez um jogo seguro e conseguiu vencer o Flamengo por 1 a 0, graças ao gol de Calleri aos 45 minutos do primeiro tempo.

Com o resultado, o Tricolor terá a vantagem de jogar pelo empate na partida de volta, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Morumbi, para conquistar o título da Copa do Brasil, única competição que jamais venceu.

Diante de mais de 67 mil torcedores nas arquibancadas, o São Paulo esbanjou organização tática ao longo dos 90 minutos. Do outro lado, o Flamengo apresentou algumas falhas coletivas e falta de padrão. As poucas oportunidades que a equipe rubro-negra teve foram graças à qualidade individual de seus atletas, embora tenha apresentado uma melhora considerável no segundo tempo, até pela necessidade de buscar o resultado.

São Paulo domina o 1ºT
O São Paulo teve o domínio do primeiro tempo. Desde o início do jogo a equipe comandada por Dorival Júnior procurou manter a posse de bola e atacar o Flamengo de forma organizada, sem se expor. E foi através dessa postura mais cautelosa que o Tricolor levou perigo à meta rubro-negra.

A primeira boa oportunidade aconteceu aos 12 minutos, quando Wellington Rato recebeu lançamento de Lucas Moura, ganhou na corrida de Ayrton Lucas e saiu de cara para o gol. Porém, ao armar o chute, acabou sendo desarmado por Fabrício Bruno.

Mais tarde foi a vez de Caio Paulista acionar Rodrigo Nestor pela esquerda. O camisa 11 chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro para Calleri, que completou de carrinho, mas Matheus Cunha fez boa defesa.

O Flamengo só respondeu aos 35 minutos. Bruno Henrique fez dobradinha com Gerson, chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro, mas a zaga do São Paulo conseguiu interceptar o que seria uma grande chance para os donos da casa.

Mas, foi na reta final que o Tricolor ameaçou de fato. Primeiro aos 40 minutos, quando Nestor cruzou rasteiro, e a bola passou por Calleri e Wellington Rato, que tentaram completar de carrinho, mas não alcançaram a bola.

Cinco minutos depois, contudo, o São Paulo foi mais feliz. Rodrigo Nestor recebeu pela esquerda e cruzou na medida para Calleri cabecer no segundo pau, livre da marcação, para o fundo das redes, abrindo o placar para o Tricolor em um momento-chave do jogo.

Flamengo melhora no 2ºT, mas não empata
Precisando reagir, o Flamengo voltou para a etapa complementar com uma modificação. Everton Ribeiro entrou na vaga de Victor Hugo, e o time melhorou. O Rubro-Negro carioca passou a pressionar o São Paulo, que não conseguia mais ficar com a bola e passou a concentrar seus esforços na marcação.

Não demorou muito para o Flamengo quase empatar o jogo. Everton Ribeiro dominou o cruzamento nas costas da marcação e levantou a bola na área para Pedro cabecear, mas Beraldo apareceu no meio do caminho para tirar em cima da linha e manter o São Paulo em vantagem.

O Tricolor respondeu logo em seguida com Alisson, que recebeu passe de Lucas Moura, limpou a marcação e bateu no cantinho, tirando de Matheus Cunha, mas mandou para fora, levando a torcida são-paulina à loucura.

As duas equipes protagonizaram um jogo bastante truncado a partir daí, e uma nova oportunidade de gol só foi acontecer aos 33 minutos, quando Everton Cebolinha aproveitou o vacilo de Gabriel Neves na saída de bola, invadiu a área mas foi travado por Arboleda. No rebote, ele bateu para o gol, porém, mandou para fora.

Nos minutos finais, o Flamengo foi com tudo para cima do São Paulo na intenção de ao menos conseguir o empate. O Tricolor, por sua vez, se segurou como pôde, já que não tinha jogadores de velocidade em campo para sair no contra-ataque, e assim conseguiu garantir o importantíssimo triunfo no Maracanã que o deixa em uma situação bastante confortável para a partida de volta, no próximo domingo, no Morumbi.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0 X 1 SÃO PAULO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Data: 17 de setembro de 2023, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (FIFA-MG) e Nailton de Sousa Oliveira (FIFA-CE)
VAR: Rafael Traci (VAR FIFA-SC)

Gol: Calleri, aos 45 do 1ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: Victor Hugo, Léo Pereira (Flamengo); Alisson (São Paulo)
Público: 67.350 torcedores
Renda: 26.343.300,00

FLAMENGO: Matheus Cunha; Wesley (Matheuzinho), Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Pulgar (Thiago Maia), Victor Hugo (Everton Ribeiro) e Gerson; Bruno Henrique, Gabigol (Everton Cebolinha) e Pedro.
Técnico: Jorge Sampaoli.

SÃO PAULO: Rafael; Rafinha, Arboleda, Beraldo e Caio Paulista (Welington); Pablo Maia, Alisson (Gabriel Neves) e Nestor (Michel Araújo); Wellington Rato (Juan), Lucas (Luciano) e Calleri.
Técnico: Dorival Jr.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *