O técnico Thiago Carpini entrou para a história do São Paulo na última terça-feira. Ele liderou a equipe na derrubada de um tabu que perdurava por quase dez anos, no qual o Tricolor nunca havia vencido o Corinthians na Neo Química Arena. Agora, o time tem uma vitória em Itaquera.

Com o triunfo por 2 a 1, Carpini conseguiu um feito que outros 11 treinadores que passaram pelo São Paulo na última década não alcançaram. Ao todo, eram 11 derrotas e sete empates em 18 jogos na casa do rival.
voz-do-esporte
“Incomodava um pouco, agora acabou”, diz Luciano sobre tabu na Neo Química Arena

Cumprida a primeira missão, o comandante agora tem outro objetivo na mira: a Supercopa do Brasil. Caso ele vença a competição diante do Palmeiras, atual campeão brasileiro, se tornará o mais jovem técnico a ser campeão pelo São Paulo desde Muricy.

Carpini nasceu em 1984, portanto, chegará à final com 39 anos de idade. E todos os últimos treinadores do clube que ergueram troféus tinham mais de 40 anos.

O último com menos de 40 anos que conquistou um título pelo Tricolor foi Muricy Ramalho, que também aos 39, foi campeão da Copa Conmebol de 1994.

Naquele ano, Muricy substitui Telê Santana e conduziu o “Expressinho”, que era praticamente um time de aspirantes do São Paulo, ao título. Aquele elenco, que contava com Rogério Ceni, Denílson e Juninho, venceu o Peñarol na final.

Ainda jovem e com poucos meses no clube, Muricy havia recém-completado 39 anos. Agora no cargo de coordenador técnico do Tricolor, o ex-técnico tenta auxiliar Carpini a faturar a primeira taça de sua breve carreira. Nestes últimos dias, eles têm compartilhado experiências e conversam frequentemente sobre o trabalho no CT da Barra Funda.

Atual campeão da Copa do Brasil, o São Paulo enfrenta o Palmeiras pela Supercopa do Brasil neste domingo, a partir das 16h (de Brasília), no Mineirão.
Play Video

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *