O técnico Thiago Carpini ficou satisfeito com a atuação do São Paulo na primeira partida de 2024. Neste sábado, o Tricolor venceu o Santo André por 3 a 1, no Morumbis, na estreia da equipe no Campeonato Paulista – e também o primeiro jogo do treinador no clube.

O resultado e a atuação do São Paulo deixaram Carpini satisfeito com o que viu em campo, ainda mais por que o técnico ainda acredita que os jogadores não estejam na melhor condição física por ser a primeira partida da temporada.

– Conseguimos propor boas ideias diante da boa aceitação do grupo. Temos 10 dias de trabalho praticamente, é muito pouco, mas você vê que flui de maneira natural alguns comportamento. Ainda na parte física (o elenco está) um pouco preso, diferente do nosso adversário que teve 60 dias de trabalho, mas isso é uma continuidade do que foi construído pelo Dorival, pelo Rogério (Ceni). Então, a gente vai podendo deixar algumas ideias para melhorar nosso jogo e jogar para vencer – disse Thiago Carpini.

Depois de bons trabalhos no Água Santa (vice-campeão paulista) e no Juventude (com a vaga na Série A do Brasileirão), Carpini estreou como técnico do São Paulo neste sábado. O treinador gostou da participação dos mais de 45 mil tricolores no Morumbi e, novamente, destacou o trabalho de Dorival Júnior no clube antes da ida à seleção brasileira.

– Foi um momento único na minha carreira. A gente tem sempre a oportunidade de viver momentos que fazem parte da nossa história e hoje foi muito especial. Estar à frente de um gigante com o São Paulo, e ficamos às vezes tentando entender tudo que está acontecendo. Fico muito feliz, pela primeira vez ter essa atmosfera a meu favor. O torcedor aqui é um show à parte. A torcida tem feito a diferença e hoje eu tive uma amostra disso, desse elo que esta fortalecido – falou Carpini.

– O grupo é muito comprometido, de homens trabalhadores. Aos poucos estou propondo minhas ideias para melhorar nosso jogo e não canso de repetir sobre a ótima herança que tivemos do trabalho anterior. Então, com tudo isso, ficamos muitos felizes também com oportunidade que me foi dada pelas pessoas que gerem o clube de uma forma muito profissional.

Com bem menos de um mês de trabalho, Carpini ainda mantém características do São Paulo que era treinado por Dorival Júnior. O técnico pretende melhorar detalhes, mas sem grandes alterações nas ideias do agora comandante da seleção brasileira.

– Em alguns comportamentos eu e Dorival pensamos parecido, então foi possível aproveitar, pois temos as mesmas ideias, tem coisas que ainda vamos ajustar conforme o adversário. Esse encaixe de um bloco alto de marcação é bem definido, o encaixe da marcação mais baixa, a bola parada defensiva. O São Paulo levou poucos gols. Talvez a bola parada ofensiva possamos melhorar, trabalhando mais, pois acredito que podemos surpreender o adversário assim.

– O jogo de ter a bola é o que o São Paulo vinha fazendo, passei para eles o ponto de atrair os adversários para o nosso campo para abrir espaços. Movimentações de Lucas e Luciano abrindo espaços, essa profundidade, ataque ao espaço, dobras pelo lado. Tem algumas coisas que eles assimilaram bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *