O técnico Thiago Carpini valorizou o empate do São Paulo por 2 a 2 com o Red Bull Bragantino, neste sábado, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. Apesar de o time acumular o terceiro jogo seguido sem vitória, o treinador deu méritos aos titulares que vêm atuando em praticamente todas as partidas da temporada.

– (A equipe) consegue um empate que parecia naquele momento improvável, apesar de termos criado muitas chances no segundo tempo. Eu acho que atmosfera do estádio já se dava por satisfeita pelo ponto conquistado, pela circunstância do jogo. Aí conseguimos o gol da virada. Foi fantástico. Aquela minha comemoração foi uma maneira de extravasar o que esses caras estão sentindo. O Calleri, o Pablo, o Alisson, o Diego (Costa), o Arboleda, o Welington. Esses caras só estavam em campo hoje porque são guerreiros e valentes. O cansaço das últimas 48 horas foi o maior de toda a temporada. O risco de perder mais atletas foi muito grande – afirmou Carpini.

– Eu prefiro valorizar o ponto, a entrega, a competitividade, e mais uma vez enaltecer o nosso torcedor. Acabar o jogo como acabamos, com o sentimento de frustração, parecendo uma derrota, eu acho que tem de parabenizar o torcedor do São Paulo e principalmente os atletas. Para o torcedor aplaudir como aplaudiu, é porque o torcedor viu a entrega. Teve erros, escolhas, acertos, mas no geral foi positivo – acrescentou.

Depois da sequência considerada exaustiva por Carpini, o São Paulo terá um descanso durante esta semana. A equipe só voltará a disputar uma partida no próximo domingo, às 18h, diante do Guarani, fora de casa.

É a chance de os principais jogadores recarregarem a bateria e a possibilidade de ter de volta alguns dos lesionados, que têm feito falta nesse momento da temporada.

– O São Paulo teve um início de temporada difícil, tivemos uma decisão, um clássico que nunca tinha vencido, começa bem a competição, quebra alguns estigmas de não começar bem o Paulista. Concentração muito grande, físico… Sete jogadores no DM, cinco com participação muito grande. Jogadores importantes para o nosso processo. Num contexto geral, o saldo é muito positivo. É aproveitar o máximo essa semana e com a possibilidade real de retornos. Igor, Wellington Rato e Lucas. E descansar para não perder mais ninguém – comentou.

O departamento médico do Tricolor ainda conta com Rafinha, Moreira e Rodrigo Nestor. Para o próximo jogo, Arboleda, expulso neste domingo, e Diego Costa, que recebeu o terceiro cartão amarelo, também são baixas.

Com 14 pontos e liderando o Grupo D do Paulistão, o Tricolor corre o risco de ficar fora da zona de classificação para a próxima fase do torneio ao final desta rodada. Para isto, é necessário que São Bernardo e Novorizontino vençam suas partidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *