O atacante Jonathan Calleri pode se tornar o segundo maior artilheiro estrangeiro da história do São Paulo se marcar pelo menos um gol no duelo deste sábado, diante do Cruzeiro, às 21h, na Arena Independência, pelo Campeonato Brasileiro.

Com 55 gols pelo Tricolor, Calleri está a um de igualar Antonio Sastre, outro argentino, que anotou 56 gols na década de 40. Para chegar ao topo, porém, o jogador tem um longo caminho a percorrer e provavelmente teria que permanecer no São Paulo por mais duas temporadas com uma média excelente de gols.

Isso porque o líder desse ranking é o uruguaio Pedro Rocha, um dos maiores ídolos tricolores, que marcou 119 gols na década de 70.

Os cinco maiores artilheiros estrangeiros do São Paulo:

Pedro Rocha – 119 gols
Antonio Sastre – 56 gols
Jonathan Calleri – 55 gols
Gustavo Albella – 46 gols
Rubén Barrios – 40 gols
“Não há vida no São Paulo sem Calleri”, diz Felipe Ruiz

Nesta temporada, Calleri não vem apresentando números altos no quesito gols. Com sete em 2023, esse é um dos começos de ano mais tímidos do argentino com a camisa do São Paulo.

Em contrapartida, o jogador tem sido muito mais solidário e participa ativamente da maioria dos gols da equipe. Por conta disso, Calleri é o líder de assistências do elenco, com seis passes para gol, ao lado de Luciano.

O argentino será titular mais uma vez neste sábado e é uma das principais esperanças do São Paulo para vencer o Cruzeiro e subir ainda mais na tabela do Brasileirão.

Com 18 pontos, o Tricolor é o sexto colocado. O líder Botafogo está com 27 pontos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *